Jundiaí

Crianças fazem ‘expedição’ a pé e conhecem a futura Fábrica das Infâncias Japy

Segundo a gestora da UGE, a proposta da atividade é permitir a construção de uma cidade sob o olhar da criança


Divulgação
As crianças percorreram as ruas do bairro com as pranchetas na mão
Crédito: Divulgação

Com pranchetas nas mãos e muita curiosidade no olhar, os alunos do 3º ano da Emeb José Romeiro Pereira, o Geva, fizeram o trajeto a pé desde a escola em que estudam até a Fábrica das Infâncias Japy, localizada na vila Arens. A “expedição” pelas ruas do bairro, como foi chamada pela criançada, foi realizada na tarde desta quinta-feira (21) e teve como objetivo possibilitar que elas analisassem de forma criteriosa o percurso até o novo equipamento da Unidade de Gestão de Cultura (UGC).

Na chegada, como forma de escuta dos participantes, os alunos preencheram os formulários em suas pranchetas, com suas observações e percepções acerca da qualidade da calçada no trajeto, o trânsito de veículos, a existência de árvores e espaços para descanso, bem como sugestões e apontamentos para tornar o caminho mais agradável. A atividade contou com a supervisão de representantes da Rede Urban95, da qual Jundiaí faz parte.

As alunas Manuela Soares e Emilly Pereira, de oitos anos, fizeram os seus apontamentos em seus portfólios. “Como pontos positivos, pudemos destacar a presença de árvores com sombras, o som das maritacas, bastante ar puro e muitas placas indicando o percurso. Já como ponto negativo, identificamos calçadas sem condições ideias para pessoas com cadeiras de rodas”, comentaram as amigas. A dupla foi acompanhada pelo enfermeiro Alex Soares, que é pai de Manuela e se voluntariou para acompanhar a expedição.

O gestor da UGC, Marcelo Peroni, explica que a atividade é voltada para as unidades escolares no entorno do novo equipamento. “Esta atividade já foi realizada no início do mês com os alunos da Emeb Ramiro Araújo Filho e em breve será feita com os alunos da Emeb Maria de Toledo Pontes. Trata-se de uma escuta das crianças, para que elas compartilhem suas opiniões e impressões, que faz parte das etapas para consolidação de um processo para a abertura deste novo equipamento cultural, que será a sede do Comitê das Crianças e um espaço dedicado às crianças da cidade”.

Segundo a gestora da Unidade de Gestão de Educação (UGE), Vastí Ferrari Marques, a proposta da atividade é permitir a construção de uma cidade sob o olhar da criança. “Esta é mais uma ação realizada pela plataforma de Educação e Cultura e que dá protagonismo às crianças, por meio da escuta ao que elas têm a dizer. Dessa forma, permitimos que o olhar delas também contribuam para a construção da cidade”.

O trajeto, de cerca de mil metros, contou ainda com a escolta dos guardas Zuim e Pardini, da Ronda Escolar Anjos da Guarda da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ). Durante a visita, as crianças puderam assistir ainda a uma apresentação artística especial, com o grupo Grifo de Teatro, que contou a história do personagem mitológico Ícaro.

 


Notícias relevantes: