Jundiaí

Thábata Suzigan busca reeleição na OAB-Jundiaí

ELEIÇÕES Chapa 1 da OAB-Jundiaí visitou ontem os estúdios da Rádio Difusora e Jornal de Jundiaí, para falar de futura eleição


JORNAL DE JUNDIAI
Chapa 1 da OAB carrega o slogan "Coragem e Trabalho" e tem como candidata à reeleição Thábata Suzigan
Crédito: JORNAL DE JUNDIAI

Com a Chapa 1 e o slogan 'Coragem e Trabalho', a advogada Thábata Suzigan é candidata à reeleição para presidência nas eleições da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil)-Jundiaí, que acontece no dia 25 de novembro.

Em visita à Rádio Difusora, ela foi acompanhada pelo atual vice-presidente Roberto Carlos Pieroni, também seu vice na Chapa 1; Luciana Munari Manfredini Belgini candidata a secretária-geral; Astor Vitorino, secretário-adjunto e Eliel Rodrigo de Freitas Feijó, tesoureiro. Maria Lucia Malaquias e Michele Esparrinha concorrem para o cargo de conselheira estadual.

A Chapa 1 apoia a reeleição da Chapa 11 em São Paulo, que carrega o slogan 'Coragem e Inovação' e tem como candidato o presidente Caio Augusto.

De acordo com Thábata Suzigan, as propostas da Chapa 1 serão construídas de forma colaborativa e participativa em um evento no dia 28 de outubro, às 19 horas, no Salão VIP da Churrascaria Trevisan, na avenida 14 de Dezembro, 1305, em Jundiaí. "As propostas serão construídas da mesma maneira da gestão passada, em conjunto. Sendo assim, a advocacia pode levar suas sugestões com propostas reais e possíveis de serem executadas", afirma.

Segundo a presidente, a proposta é levar para a OAB protagonismo social. "Acredito que este seja o diferencial da nossa chapa, pois pontuamos e estivemos à frente de casos que envolvem direitos humanos. Onde a OAB precisava se pontuar ela se fez presente", afirma.

A atual presidente e candidata à reeleição também conta que a pandemia prejudicou a realização de eventos e encontros entre os profissionais. "Tínhamos muitas propostas de eventos e integração, essa foi a única área prejudicada devido à pandemia, os eventos presenciais", explica Thábata.

Além disso, o candidato a tesoureiro Eliel Rodrigo de Freitas Feijó relata que, mesmo na pandemia, muitas ações foram realizadas pela OAB-Jundiaí. "Mesmo em meio à pandemia realizamos ações e proporcionamos cursos. Posso afirmar que fizemos nossa parte", detalha. Uma destas ações foi regulamentar as audiências on-line junto ao 15º TRT (Tribunal Regional do Trabalho). "Fizemos uma intervenção para que houvesse a criação de parâmetros para estas audiências durante o isolamento social", afirma o vice, Roberto Carlos Pieroni.

Os candidatos também afirmam que a OAB tem a função maior de lutar por um estado democrático de direito, assim como a função de garantir os direitos humanos e promulgar a justiça social, já que este é o juramento da advocacia.

Além disso, Chapa 1 ressalta que os profissionais têm experiência na ação. "Criamos a subsedes com seus coordenadores do local, o que atribui transparência, participação e determinação de descentralização, não sendo meras bravatas que surgem em período eleitoral. Estamos há muito tempo realizando essa participação na direção da Subseção. Não começamos hoje, não caímos de paraquedas, ou estávamos soltos no ar, temos e comprovamos nosso histórico de trabalho", explica a Chapa em nota.


Notícias relevantes: