Jundiaí

Prefeitura reforça trabalho de desassoreamento em rios e córregos antes de período de chuvas de verão


Divulgação
Máquinas trabalham na região da Ponte São João para a retira do barro
Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), reforça o trabalho de desassoreamento de rios e córregos em diferentes regiões de Jundiaí. O objetivo é se preparar para o período da Operação Chuvas de Verão, feito em parceria com a Defesa Civil e que busca retirar o acúmulo de materiais em rios e córregos, melhorar o escoamento da água e assim evitar problemas maiores, como alagamentos. Nesta semana, as equipes da UGISP estão trabalhando no córrego da Colônia e no rio Jundiaí-Mirim.

“É um trabalho preventivo, que fazemos o ano todo, e que agora reforçamos devido à aproximação de um período que começa a chover mais”, explica o gestor de Infraestrutura e Serviços Públicos, Adilson Rosa. “É um trabalho preventivo e que envolve planejamento.”

A Operação Chuvas de Verão tem início em 1º de dezembro e segue até 31 de março. O córrego do Rio Guapeva, o córrego do Mato e o Rio Capivari também receberão desassoreamento nas próximas semanas. Desses espaços são retirados materiais como barro, pedras e mato que ficam acumulados.

“Todo o material retirado está molhado e, por isso, deixamos ele temporariamente em uma área perto do córrego ou do rio, para secar. Evitamos assim que esse material molhado suje as ruas em um transporte mais longo”, explica o diretor do Departamento de Zeladoria e Conservação, Marcos Roberto Mamede. “Depois, quando estiver seco, ele é levado para o Geresol (Gerenciamento de Resíduos Sólidos), no Distrito Indústrial.”

“O apontamento dos locais que necessitam de desassoreamento e outros cuidados específicos é feito pela Defesa Civil, em análises técnicas constantes que também são aplicadas em áreas de risco, para evitar encharcamento do solo e até casos de desabamento e desmoronamento”, explica o coordenador da Defesa Civil de Jundiaí, coronel João Osório Gimenez. Além da UGISP e da Defesa Civil, outros órgãos da administração pública também fazem parte da Operação Chuvas de Verão.

Poda de árvores

Paralelo ao desassoreamento, a UGISP também se mobiliza para fazer a poda e retirada de árvores comprovadamente condenadas, evitando acidentes no período em que as chuvas se intensificam. “Nossa equipe faz toda uma análise caso a caso, com o técnico no local e o uso de um sistema digital que emite o laudo da árvore logo após a análise”, explica o diretor do Departamento de Parques, Jardins e Praças da Prefeitura de Jundiaí, Rudislei Santos. “Com a aproximação do período de chuvas, nós intensificamos as podas e estamos recebendo apontamentos de riscos da própria população, por meio do 156.”


Notícias relevantes: