Jundiaí

Prédio da Clínica da Família Ponte São João avança com montagem de superestrutura


Divulgação
Montagem de superestrutura com pilares e compactação do solo está em andamento na unidade da Ponte São João
Crédito: Divulgação

O prédio que irá receber a Clínica da Família e o Pronto Atendimento Ponte São João, com dois pavimentos e quase 3 mil metros de área para atendimento da população da região Leste da cidade, avança com a construção. No mês de outubro, a obra está na fase da montagem da superestrutura que sustentará as lajes e reforços exigidos para o prédio que contará com mais de 20 consultórios, 21 leitos de observação além de salas para realização de exames como raio-x, ultrassom, eletrocardiograma e análises clínicas.

Com 20% da obra concluída, os trabalhadores montam estruturas em ferro e aço para a colocação de pilares e compactam o solo para a estrutura adicional. A construção tem investimento previsto em R$ 8.359.678,85, com total de 2.918m² de área construída, em dois pavimentos, um para cada equipamento, inclusive com estradas distintas sendo dividido em duas partes: Clínica da Família e Pronto Atendimento.

“Jundiaí avança com investimentos na Saúde e oferta de atendimento de qualidade, rapidez, eficiência. A descentralização com equipamentos resolutivos próximos às residências, proporcionam maior efetividade no atendimento”, ressalta o prefeito Luiz Fernando Machado.

A Clínica da Família Ponte São João terá um total de 930m² de área construída, sendo composta por 12 consultórios médicos, 3 odontológicos, sala de farmácia, vacina, curativos, inalação e multiuso; além de contar com seis equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF), com médicos, enfermeiros, dentistas, e etc. Já o Pronto Atendimento contará com um total de 1.988m² de área construída, com um total de 21 leitos, sala de emergência, observação adulto e infantil, isolamento adulto e infantil, sala de gesso, raio-X, ultrassom, eletrocardiograma, sala para suturas e outros procedimentos, sala de análises clínicas além dos consultórios.

Segundo Tiago Texera, gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS): “Teremos entradas distintas, com o serviço de Urgência e Emergência no térreo, para facilitar o acesso de ambulância, por exemplo. Os equipamentos para exames de ultrassom, raio-x, eletrocardiograma e análises clínicas também ficam no piso térreo e serão usados não somente para os atendimentos do Pronto Atendimento como para a Clínica da Família. Isso proporciona resolutividade de 80% nos atendimentos da Atenção Básica”, detalha.

Outras regiões

Em fase de desenvolvimento de projetos complementares, o Centro Médico de Especialidades Diagnósticas e Pronto Atendimento da Vila Progresso – semelhante ao Ambulatório Médico de Especialidades (AME) – tem a proposta de atendimento centralizado, com oferta de exames como ultrassonografia, sala de raio-x e eletrocardiograma, centro cirúrgico e demais ambientes necessários para o serviço, como salas de consulta, de espera e parte administrativa.

No térreo do prédio funcionará o Pronto Atendimento, onde será prestada assistência em clínica médica e pediatria, procedimentos, exames e observação. São 961 metros quadrados com quatro consultórios médicos, sala de observação com sete leitos adultos, uma sala de observação com três leitos/poltrona infantil, uma sala de urgência/emergência com dois leitos, uma sala de isolamento com um leito, uma sala para curativo/sutura, além de salas de espera, triagem, coleta de exames, elucidação diagnóstica (raio-x, ultrassom, eletrocardiograma), entre outras. Serão instalados quatro elevadores (dois internos e dois externos).

Já nos dois andares superiores estará o Ambulatório de Especialidades Médicas e Diagnósticos, voltado à assistência com consultas, exames, terapias, procedimentos e cirurgias no mesmo local. Sua estrutura tem 2,4 mil metros quadrados e contará com 34 consultórios médicos, centro cirúrgico, centro de cuidados com lesões de pele com três salas (para tratamento de feridas complexas, úlceras por pressão,
dentre outras comorbidades relacionadas), serviço social, sala de grupos (atividades coletivas) e ala para realização de exames para elucidação diagnóstica (raio-x, ultrassom, eletrocardiograma, fototerapia, audiometria, dentre outros).

Na Vila Hortolândia, localizado na rua Campinas, localizado na rua Campinas, o prédio de dois pavimentos que está com mais de 90% da obra concluída e abrigará a Clínica da Família e a Unidade de Pronto Atendimento está em fase de instalação de aparato para redução do isolamento acústico do gerador e instalação do sistema de ar-condicionado, que será central, específico para o ambiente de Saúde.

Todos os três equipamentos contarão com programas Posso Ajudar e Guardião da Saúde e garantirão a excelência no serviço. 

 

 


Notícias relevantes: