Jundiaí

Novembro Azul: Câncer de próstata é tema de atividades nas UBSs

A identificação precoce é essencial para a continuidade do cuidado e tratamento do paciente


DIVULGAÇÃO
A identificação precoce é essencial para a continuidade do cuidado e tratamento do paciente
Crédito: DIVULGAÇÃO

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de próstata é o tipo mais comum de câncer entre a população masculina, representando 29% dos diagnósticos da doença no país. Em Jundiaí, o tratamento para a doença é oferecido pela rede de atendimento em Saúde da Prefeitura. A identificação precoce é essencial para a continuidade do cuidado e tratamento do paciente.

De acordo com a diretora de Regulação da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Fabiana Barrete Alcântara, a rede municipal conta com oferta completa de atendimento para os usuários. “Essencial que os homens, a partir dos 40 anos, façam exames para a verificação da doença. A partir de exames de sangue é possível identificar alterações e encaminhar para o tratamento adequado”, comenta.

Neste mês, para conscientizar a população sobre a importância do cuidado, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) farão atividades com os usuários do território, com palestras e outras ações específicas. Segundo a Diretora de Atenção Básica, Andreia Pinto de Souza, ao longo do mês, as ações se intensificarão para este público. A oferta de serviços está disponível durante todo o ano, entretanto o mês temático celebra a educação em saúde na luta contra o câncer de próstata.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam para 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada um ano, entre 2020 e 2022. Homens com mais de 55 anos, com excesso de peso e obesidade, estão mais propensos à doença.


Notícias relevantes: