Jundiaí

ONG Cursinho Professor Chico Poço é invadida pela 4ª vez


Divulgação
ONG Cursinho Professor Chico Poço já foi invadida outras 3 vezes
Crédito: Divulgação

No último domingo (21) professores da ONG Cursinho Professor Chico Poço encontraram a porta arrombada e o prédio totalmente destruído após invasão. O boletim de ocorrência foi feito e foram levados bebedouro, ar-condicionado, itens da fiação, cadeiras e mesas. Além disso, o forro do teto foi totalmente destruído.

Os professores foram ao prédio buscar materiais para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) quando se depararam com a porta de metal arrombada. "Foi bem triste, um choque apesar de já estarmos cansados de invasão. É triste ver a destruição de um local que ocupamos desde 2016", afirma o atual presidente da ONG Mateus Moriconi Prebianca, de 22 anos.

INVASÕES ANTERIORES

Em setembro de 2019 ocorreu o primeiro roubo durante as aulas presenciais. A porta, que era de madeira, foi arrombada e os equipamentos como projetores, notebooks e microondas foram levados.
Com a ajuda de doações, a ONG conseguiu se recuperar e reformar a estrutura do prédio.

No ano de 2020 outras duas invasões aconteceram. Na primeira os materiais recuperados foram novamente levados, mas desta vez, incluindo a fiação elétrica. A outra invasão aconteceu no fim do ano, a Polícia Militar foi acionada e capturou o suspeito.

RECOMEÇO

Foi informado pelo presidente que após as 4 invasões a ONG localizada na Vila Mafalda, em Jundiaí, vai mudar de prédio. "Vamos mudar de sede no ano que vem, não dá mais para usar aquele prédio. Pretendemos fazer campanha e arrecadar doações para conseguir reformar pelo menos a estrutura básica do prédio atual e devolver o espaço para a Prefeitura", conta.


Notícias relevantes: