Jundiaí

Modificação no sentido da avenida Armando Giassetti tem início nesta quarta-feira (24)


Divulgação
Trecho em obras na rodovia João Cereser, ao lado da avenida Armando Giassetti (à esquerda)
Crédito: Divulgação

A modificação no sentido da avenida Armando Giassetti, em Jundiaí, será realizada a partir desta quarta-feira (24). A alteração faz parte do pacote de melhorias que contempla a implantação de vias marginais da rodovia João Cereser (SP-360), entre os km 65 e 62, de responsabilidade da Concessionária Rota das Bandeiras.

A alteração no sentido da avenida será no trecho entre o viaduto Hilário Caniato e a avenida Paulo Benasse. A partir de agora, o motorista usará a avenida para deixar o viaduto e trafegar sentido Ceasa. A via também será utilizada para acesso à João Cereser, sentido Anhanguera. A antiga alça para a rodovia será desativada. Não haverá alteração no acesso à Ceasa, sendo permitido o ingresso na avenida Paulo Benassi também a partir da rodovia.

A modificação foi discutida previamente com a Gestão de Mobilidade e Transporte da Prefeitura de Jundiaí. As intervenções têm aprovação da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

O acesso ao Mundo das Crianças também foi modificado. Até o fim do ano, a entrada principal será utilizada apenas por pedestres. Para os veículos, o acesso passa a ser feito pela portaria do Parque da Cidade.

Marginais da João Cereser (SP-360)

A Concessionária iniciou em março as obras de implantação de pistas marginais da rodovia João Cereser, no trecho entre o Mundo da Criança e o entroncamento com a Via Anhanguera (SP-330). A implantação de duas faixas adicionais por sentido terá investimentos de R$ 80 milhões e ampliará a capacidade de tráfego na via. Diariamente, circulam uma média de 37 mil veículos, em trecho essencialmente urbano.

As novas pistas e a remodelação de acessos também trarão mais segurança aos motoristas. A implantação das marginais fará a segregação do tráfego urbano, deixando as pistas expressas para o trânsito intermunicipal. A previsão da Concessionária é de que as obras sejam concluídas no segundo semestre de 2022.

Para a execução da obra, é necessária a construção de 13 muros de contenção. Cinco viadutos existentes serão alargados e receberão reforço estrutural, e outros quatro serão construídos.


Notícias relevantes: