Jundiaí

Turismo da Região cresce durante a pandemia e atrai investimentos

CIRCUITO DAS FRUTAS Somente Jundiaí registrou aumento de 26% na abertura de bares e restaurantes com finalidade turística entre 2020 e este ano


               ARQUIVO JJ
Lenadro Spinassi abriu uma charcutaria neste ano na Rota da Uva
Crédito: ARQUIVO JJ

O Circuito das Frutas cresceu em Jundiaí durante a pandemia, quando as pessoas buscaram destinos próximos e contato com a natureza. O Departamento de Fomento ao Turismo, da Unidade de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT) de Jundiaí estima que hoje o setor gere 6,5 mil empregos diretos e 30 mil indiretos na cidade.

Entre 2020 e 2021, a UGAAT recebeu mais de 150 inscrições de bares e restaurantes. Foram 69 em 2020 e 87 neste ano. Também recebeu 54 inscrições de agências e agentes de turismo, 17 em 2020 e 37 neste ano, chegando a cidade aos 170 negócios do tipo.

NEGÓCIOS

Leandro Spinassi aproveitou o espaço que a família possui na zona rural de Jundiaí, em Ivoturucaia, e investiu no turismo com uma charcutaria, que faz parte da Rota da Uva. "Abri a charcutaria entre junho e julho deste ano. O sítio da família foi dividido entre o meu pai e as minhas tias e o pedaço de cada um foi ficando pequeno, então vi uma opção no turismo com a charcutaria. Por enquanto, trabalhamos eu, meu pai e outras duas pessoas da família, porque a produção ainda não é muito grande."

Spinassi diz que pretende investir no espaço. "Meu cliente principal vem de fora, de São Paulo, região de Campinas, e pretendo aumentar o negócio. Tenho espaço amplo de gramado, dá para colocar mesas para servir os defumados e vinho, que também é produção nossa."

Já Guilherme de Oliveira Rodrigues tem um cultivo de cogumelos shimeji no bairro dos Fernandes, que começou a funcionar em maio do ano passado. "Tenho delivery, vendo na feira do produtor do Jardim Samambaia, fornecemos para restaurantes, mas também atendemos aqui. O período da pandemia foi bom, aumentou a busca por alimento local, mais sustentável, saudável. A gente segue aumentando a produção para atender a demanda."

Ele conta que, diferente de outros negócios rurais, a maior procura é local. "Tem gente que vem de São Paulo, Campinas e adjacências, mas a maior parte dos meus clientes, por ora, é de Jundiaí."

Guilherme fala que o negócio já tem funcionários, mas ele pretende crescer. "Somos eu e meu sócio, que cuidamos do administrativo e da operação, e temos dois funcionários contratados. A gente pretende continuar expandindo o negócio, a demanda é forte e o produto é pouco explorado na região. A gente produz em contêineres e isso chama a atenção, então a médio prazo pretendemos oferecer esse projeto também."

Segundo a Secretaria de Turismo de São Paulo, o Circuito das Frutas é um dos destinos clássicos do estado. Durante a pandemia e, atualmente, com a flexibilização das normas, tem sido beneficiado pelo chamado "turismo de proximidade", que atrai principalmente pessoas da Região Metropolitana de São Paulo.

NOVIDADE

Um novo polo turístico será implantado na Região, com vistas a ser um dos maiores da América Latina. Trata-se do Distrito Turístico Serra Azul, com localização entre Jundiaí, Itupeva, Louveira e Vinhedo. A área deverá ter mais de 40km2 com diversos atrativos, como hotéis, parques e shoppings.

Uma legislação já foi promulgada pelo estado, em junho deste ano, para a criação de distritos turísticos em São Paulo. Além do Serra Azul, outros espaços terão este investimento, como Olímpia, onde há parques aquáticos. Segundo a Secretaria de Turismo, a implantação dos distritos é uma ação do governo, mas o valor dos investimentos, em ampliações e implantações de atrativos, informado pelas quatro cidades que formam o Distrito Serra Azul, de R$ 1,8 bilhão e projeções futuras, está vinculado a empreendimentos privados, que serão beneficiados por este novo regramento legal.

Jundiaí informa apenas que o plano de negócios para a implantação do Distrito está sendo estruturado em parceira com a iniciativa privada. Já Itupeva afirma que o investimento inicial para a implantação do distrito será da iniciativa privada, mas o município oferece incentivos fiscais, conforme Lei Complementar 474/2019.

Louveira informa apenas que a geração de empregos no turismo rural está crescente, assim como a retomada do fluxo turístico. O município também trabalha com os parques da região do Serra Azul, que optaram pela contratação de mão de obra do município pela proximidade e fácil acesso.

Vinhedo foi procurada pelo JJ, mas não se posicionou até o fechamento desta edição.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: