Jundiaí

Adultos e idosos voltam firmes às salas de aula


DIVULGAÇÃO
O desejo de retomar os estudos resultou em 1.642 matrículas no EJA
Crédito: DIVULGAÇÃO

O desejo de retomar os estudos não tem idade e aproveitando a abertura de vagas em várias instituições de ensino, homens e mulheres têm aproveitado as oportunidade para voltar à sala de aula. Em Jundiaí, por exemplo, segundo a Unidade de Gestão de Educação sobre o Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (CMEJA), 1.642 matrículas foram realizadas este ano.

As universidades também abriram as portas para quem deseja realizar o sonho do diploma universitário. Aos 64 anos, Ana Maria Lopes, cursa Pedagogia e sem estudar desde os 17 anos, o retorno tem sido desafiador e ao mesmo tempo fascinante.

"Estudar sempre foi um dos meus passatempos preferidos e eu estudava sozinha, lendo livros e boas reportagens. Hoje já estou indo para o 5º semestre. Sou representante de turma desde o 1º semestre e só tiro notas boas. Vou me formar aos 66 anos", conta.

Ana Maria conta que já enfrentou e segue enfrentando diversos desafios na vida universitária. "No início tive muita dificuldade em chamar minhas professoras, algumas com a mesma idade das minhas filhas, de 'senhora'. Além disso, antes da pandemia, eu não era muito amiga da informática, então o ensino on-line também foi um desafio, mas consegui me adaptar", afirma.

O engenheiro eletricista Paulo Dione de Oliveira, 56 anos, ingressou no curso de Engenharia Civil e está fazendo uma pós-graduação na área em que havia se formado aos 28 anos. "Não deveria ter deixado de estudar por tanto tempo. Me formei em Engenharia Elétrica com 28 anos e fui trabalhar em uma multinacional. Viajei o Brasil todo, morei em 25 estados, mas nisso deixei algumas coisas de lado e uma delas foi a vida acadêmica", relata.

Para Oliveira, a vida acadêmica traz descobertas até mesmo fora do âmbito estudantil. "Se descobrir é sempre uma surpresa e na vida acadêmica a todo momento você se descobre, vê que a vida acontece mês a mês, ano a ano", relata.

MATRÍCULAS

Os interessados em participar dos cursos do Ensino Fundamental e Médio do CMEJA de 2022 devem fazer a matrícula pessoalmente na secretaria, que fica na rua José Patrocínio, 200, na Vila Arens.

O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Mais informações pelo telefone (11) 4587-3518.

(Caroline Adrielli)

Leia mais na versão

on-line do JJ (jj.com.br)


Notícias relevantes: