Polícia

Receita Federal deflagra operação de combate à venda de calçados falsificados na capital paulista

As mercadorias apreendidas são de origem estrangeira e estão sem documentação que comprove a regular importação


DIVULGAÇÃO
QR_RECEITA
Crédito: DIVULGAÇÃO

Nesta terça-feira (7) a Receita Federal deflagrou a operação Pseudópodes 6, que tem como foco combater a comercialização de calçados falsificados de origem estrangeira. A ação ocorre neste momento em um shopping do Brás, na cidade de São Paulo.

Conforme levantamentos preliminares, a Receita Federal espera apreender 150 mil pares de calçados, com valor de mercado total aproximado de R$ 12 milhões.

As mercadorias que estão sendo apreendidas são de origem estrangeira e estão sem documentação que comprove a regular importação, além de apresentarem indícios de falsificação. Vários fundos falsos, onde eram escondidos calçados, já foram localizados.

O termo pseudópodes, que dá nome à operação, vem do grego e significa falsos pés. É usado na biologia e se refere a estruturas utilizadas para locomoção e alimentação de protozoários e leucócitos. É a sexta vez nos últimos anos que a Receita Federal atua contra a venda de calçados falsificados de origem estrangeira na região do Brás.

A prática identificada e combatida pela Receita Federal lesa os comerciantes, importadores e produtores brasileiros que atuam na legalidade, subtrai os empregos legítimos e sonega tributos, que deixam de ser recolhidos aos cofres públicos.

Além da perda das mercadorias apreendidas, os responsáveis devem ser representados pelo crime de contrabando.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: