Jundiaí

Natal sem fome: campanha do Funss recebe doação de alimentos


Divulgação
Ana entregou as doações para a diretora do Funss
Crédito: Divulgação

A campanha ‘Natal sem Fome’, coordenada pelo Fundo Social de Solidariedade de Jundiaí (Funss), já começa a receber doações. Nesta semana, a Associação Nany Apple Jundiaí direcionou alimentos não perecíveis e leite longa vida arrecadados a partir de uma ação social promovida com familiares, amigos e clientes.

De acordo com a advogada Ana Bretas, o resultado foi bastante positivo e novas iniciativas poderão ser realizadas no futuro. “Conhecemos o trabalho realizado pelo Funss e sabemos que as doações chegam até as pessoas que, realmente, precisam”, afirmou.

‘Natal sem Fome’ é mais uma iniciativa do Fundo Social com o objetivo de reforçar as arrecadações da Campanha Permanente de Solidariedade, responsável pelo atendimento de mais de 150 entidades, igrejas e associações de bairro com cadastro atualizado. “Estas instituições desenvolvem ações sociais com crianças, jovens, adultos e idosos em vulnerabilidade, além de pessoas que vivem em situação de rua. Por isso, é fundamental a participação da população. Independentemente da quantidade doada, se cada um fizer a sua parte, poderemos ampliar o número de famílias beneficiadas”, explicou Francine Picardi, diretora do Funss.

O Fundo Social de Jundiaí é ponto permanente de arrecadação. Podem ser doados produtos como arroz, feijão, óleo, farinha de trigo, fubá, leite longa vida ou em pó, café e açúcar, entre outros. O Funss está localizado dentro do Parque da Uva, com acesso pela Avenida Dona Manoela Lacerda de Vergueiro, s/n, portão 03, Anhangabaú. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Brinquedos

A campanha ‘Natal sem Fome’ é desenvolvida em paralelo à campanha ‘Natal Solidário’, que tem como foco a doação de brinquedos. Por meio de um levantamento quantitativo enviado, previamente, pelas entidades cadastradas, a Prefeitura adquiriu itens educativos, que estimulam o brincar no ambiente familiar. Neste ano, a expectativa é atender 15 mil crianças com idade entre zero e 12 anos.


Notícias relevantes: