Jundiaí

Ensaios para Festival de Amostra da Paim estão na reta final


    ALEXANDRE MARTINS
O festival acontece na segunda-feira (13), às 18h30, no Complexo Fepasa
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Crianças e adolescentes que participam do Programa de Atendimento e Integração Maria Tereza Rebello (Paim), estão na reta final dos ensaios para o Festival de Amostra do Programa de Atendimento e Integração Maria Tereza Rebello (Paim), que acontece segunda-feira (13), às 18h30, no Complexo Fepasa.

O festival é financiado com recursos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e oferece oficinas de dança, teatro, música, arteterapia e projeto de vida, que serão apresentadas no dia 13. Além das atividades inclusas no projeto, a Paim mantém aulas de artesanato, taekwondo, e outras temáticas abordadas como bullying, gravidez na adolescência e educação emocional.

O FESTIVAL

De acordo com a coordenadora da instituição, Cláudia Pereira Bento, por conta da pandemia, a apresentação será em número reduzido, com limite de convidados. "Este ano a Paim vai priorizar as famílias dos participantes e os parceiros da instituição, portanto o número de espectadores já está completo. Quem deseja assistir o festival e não conseguiu o convite, basta acessar o site: www.paim.org.br/ no dia e horário das apresentações", afirma a coordenadora.

Uma das convidadas para o festival foi a aposentada Patrocínia Lopes de Oliveira, de 70 anos, avó do estudante Lucas de Oliveira, 16, que vai se apresentar na segunda-feira. Segundo ela, o neto está muito animado e ansioso para o evento. "Ele é muito participativo no Paim e atua em todas as oficinas oferecidas há quatro anos. O Lucas não perdeu nenhum ensaio e, assim como ele, eu e a mãe dele também estamos muito ansiosas para assistir a apresentação", afirma a avó.

A INSTITUIÇÃO

A Paim é uma associação civil, sem fins lucrativos, de caráter beneficente de assistência social, solidariedade social, cultural, esportiva e de comunicação social, que dedica-se à criar, sustentar e executar obras de caráter sócio assistencial, visando a promoção e o acolhimento de crianças e adolescentes, de sete a 17 anos, no período de contraturno escolar.

A instituição prioriza o público em vulnerabilidade social, mas atende todo público. Para se matricular, é necessário fazer a inscrição presencialmente e aguardar vaga na lista de espera.

(Luana Nascimbene)

SERVIÇO

Quem deseja contribuir financeiramente, através de doações de alimentos, roupas e materiais, ou se voluntariar no programa, deve entrar em contato através do e-mail, ou visitar a sede, localizada na rua José Bonifácio de Andrade e Silva, 260 - Vila Cacilda.

E-mail: [email protected]

PIX para doações: 05.572.197.0001-57

Site: www.paim.org.br/.


Notícias relevantes: