Jundiaí

Operação Céu Aberto retira fiação irregular e clandestina na região central


DIVULGAÇÃO
Ao longo de 2,7 quilômetros de rede serão pelo menos 150 postes vistoriados
Crédito: DIVULGAÇÃO

O Procon Jundiaí, a Fundação Procon-SP, a CPFL Piratininga e técnicos de operadoras de telefonia realizam nesta quinta-feira (9), dentro da Operação Céu Aberto, a retirada da fiação irregular ou clandestina em postes de energia elétrica de Jundiaí.

O trabalho é contínuo e começou a ser desenvolvido em meses anteriores, com a regularização de fiação em diferentes bairros de Jundiaí. Nesta quinta, ele teve início no cruzamento entre as ruas Rangel Pestana e Siqueira de Moraes, no Centro. Além de combater possíveis irregularidades e o uso indevido dos postes de energia, a ação visa combater a poluição visual. Uma equipe técnica de Fiscalização de Trânsito também acompanhou o trabalho.

O trabalho na rua Rangel Pestana segue sua extensão, sentido Vila Arens, e passa pela rua Vigário João José Rodrigues, chegando à avenida Dr. Olavo Guimarães, ao longo de 2,7 quilômetros de rede e 150 postes.

Para a Chefe do Procon Jundiaí, Gabriela Ribas Glinternik, “a iniciativa é muito importante, pois a questão dos riscos decorrentes das instalações clandestinas, em desacordo com a regulamentação, afeta não apenas os consumidores, mas toda a população. Vale notar que o problema dos emaranhados de fios suspensos em vias públicas, com conexões de energia elétrica e de telecomunicações (telefonia e Internet), não é nova e tampouco exclusiva de Jundiaí”.

Gabriela lembra que a ação “é fruto do protagonismo do prefeito Luiz Fernando Machado, que assumiu a condução de uma agenda conjunta de esforços, no sentido da melhoria deste quadro tão crítico”.

A proposta é combater o chamado “caos aéreo”, que pode representar problemas para os munícipes em geral, como acidentes com transeuntes, quedas de árvores sobre essa fiação com potencial interdição de vias públicas, além da já citada poluição visual.

“Com esse trabalho, o visual ficou bem melhor”, elogia o vendedor Michael Reis, que trabalha em uma loja de roupas no Centro. “Já vi caso de fios de energia caídos na via, o que sempre apresenta risco para quem passa por aqui. Com essa regularização, aumenta nossa segurança.”

Em caso de cabos caídos ou muito baixos a ponto de oferecer algum tipo de risco, se não for possível identificar se são fios de energia ou telefonia, o munícipe pode entrar em contato com a CPFL por meio de seus canais de relacionamento:

-Whatsapp: (19) 99908-8888
-Aplicativo CPFL Energia (navegação gratuita)
-Site www.cpfl.com.br
-Central de Atendimento 0800 010 2570
-Agência de Atendimento (Rua Eduardo Tomanik, nº 121 – Chácara Urbana)

Se for possível identificar que os cabos são do serviço de telefonia/dados, a comunicação pode ser feita diretamente à empresa responsável.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: