Jundiaí

Com aquecimento na vendas, promoções prosseguem no comércio

fim de ano Para quem busca investir no visual neste Réveillon ou participar da troca de presentes no 'Amigo Secreto', ainda dá tempo de aproveitar


ARQUIVO PESSOAL
DANIELA
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

Para manter as vendas positivas dos últimos dias, comerciantes investem em promoções para atrair os consumidores, especialmente aqueles que aproveitam para fazer a troca de presentes. Ainda não há balanço sobre os números em comparação ao ano passado, mas segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio), Edison Maltoni, é hora de investir em vitrines mais convidativas.

"Este momento é uma oportunidade que os empresários devem aproveitar para gerar mais negócios. Vale investir nas vitrines, destacar produtos que costumam ter mais procura nos segmentos de vestuário, calçado, acessórios, artigos para viagens e verão", orienta.

E é isto que a gerente de uma loja de cosméticos Jennifer Rodrigues de Moraes Souza, 32 anos, tem feito. Além dos sites e redes sociais, tem investido nas promoções. "No aplicativo da loja oferecemos até 50% de desconto nos produtos. Além disso, também estamos mantendo as promoções do Natal e temos outras no site, em que o cliente pode comprar on-line e receber em casa ou retirar na loja", explica.

Para impulsionar as vendas neste período, a subgerente de uma loja de roupas Daniela Alves, de 33 anos, manteve as promoções da semana do Natal. "Na loja estamos mantendo as mesmas promoções de Natal até o dia 31. O movimento foi muito bom na última semana, a expectativa é de que melhore", afirma.

Além disso, Daniela conta que as redes sociais da loja ajudam a chamar os clientes para participar das promoções. "Nós disponibilizamos o WhatsApp da loja, que é por onde os clientes podem tirar dúvidas e receber nossas promoções através do 'status'. Também divulgamos através do Instagram e Facebook", relata.

TROCA DE PRESENTES

Muitas pessoas realizam a troca de presentes do 'Amigo Secreto' na noite da virada do ano. "É comum que as vendas caiam um pouco após o Natal, mas a troca de presentes no Réveillon traz uma boa perspectiva. Muitas pessoas deixam para adquirir os presentes agora", afirma Jennifer.

Além da procura por presentes, a vendedora Camila da Veiga Lindolfo, de 30 anos, conta que a busca por produtos de uso pessoal também aumentou. "A procura de produtos para uso próprio também está movimentando as vendas. Todo mundo quer se arrumar e estar com o visual impecável no Réveillon", afirma.

As promoções são essenciais nesse período segundo Camila. "Muitas vezes a pessoa procura por itens para presentear e acaba levando também algum produto de uso pessoal por conta das promoções. Investir no visual também faz parte da tradição do Ano Novo", completa.

Até quinta-feira (30), o comércio de rua e shoppings centers funcionarão no horário normal. As lojas do Centro e dos bairros podem atender das 9h às 18h e os shoppings das 10h às 22h. Já no dia 31 a abertura do comércio de rua é das 9h às 18h. No Maxi Shopping Jundiaí e Jundiaí Shopping as lojas funcionarão das 10 às 16h.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: