Jundiaí

Nova etapa das obras na João Cereser (SP-360) é iniciada

A faixa da direita e o acostamento serão liberados, o que deverá melhorar as condições de tráfego na região da Ceasa


Divulgação
Está prevista a liberação do novo acesso à avenida Armando Giassetti
Crédito: Divulgação

As obras de implantação das vias marginais da rodovia João Cereser (SP-360), em Jundiaí, tiveram início nesta segunda-feira (10). Motoristas devem ficar atentos, pois há alteração nos bloqueios existentes no trecho entre os km 64 e 62, na pista sentido Anhanguera (SP-330). A obra é realizada pela concessionária Rota das Bandeiras e é acompanhada por técnicos da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte.

A faixa da direita e o acostamento serão liberados, o que deverá melhorar consideravelmente as condições de tráfego na região da Ceasa, sobretudo em horários de pico. Durante a semana, também está prevista a liberação do novo acesso à avenida Armando Giassetti, na altura da Iveco. O local receberá sinalização especial e os motoristas devem redobrar a atenção, já que o acesso provisório, 300 metros à frente, será fechado.

Com as liberações, o bloqueio na João Cereser a partir do km 64 passará a ser feito somente na faixa da esquerda. Importante destacar que no km 65, altura do Mundo das Crianças, a rodovia permanecerá com a faixa da direita e o acostamento interditados. Os acessos da rodovia Vereador Geraldo Dias (SP-332) também seguem bloqueados.

A implantação de duas faixas adicionais por sentido entre os km 65 e 62 da SP-360 terá investimentos de R$ 80 milhões por parte da Concessionária e irá ampliar a capacidade de tráfego na via. Diariamente, circulam uma média de 37 mil veículos, em um trecho essencialmente urbano.

As novas pistas e a remodelação de acessos também trarão mais segurança aos motoristas. A implantação das marginais fará a segregação do tráfego urbano, deixando as pistas expressas para o trânsito intermunicipal. A previsão da Concessionária é de que as obras sejam concluídas no segundo semestre de 2022.

Para a execução da obra, é necessária a construção de 13 muros de contenção. Cinco viadutos existentes serão alargados e receberão reforço estrutural, e outros quatro serão construídos.


Notícias relevantes: