Jundiaí

Em Jundiaí, 35 mil crianças estão aptas para se vacinarem

DE 5 A 11 ANOS O município estabeleceu parceria com o estado para disponibilizar a aplicação das doses nas unidades escolares


ARQUIVO PESSOAL
Jaqueline Pacheco acompanha pediatras de confiança para se informar
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

Com a liberação do primeiro lote da vacina contra a covid-19 destinada às crianças de 5 a 11 anos pelo Ministério da Saúde, prevista para esta semana, a Unidade de Gestão de Promoção de Saúde (UGPS) de Jundiaí aguarda as diretrizes da Secretaria de Estado para desenvolver o planejamento da imunização de cerca de 35 mil crianças desta faixa etária, que contará com aplicação nas escolas.

A (UGPS) reforça que Jundiaí, assim como aconteceu durante o início da vacinação da população em geral, conta com todo conhecimento e recursos para a oferta das doses. Para agilizar e garantir a vacinação desta faixa etária, o município estabeleceu parceria com o Estado para disponibilizar equipes da saúde nas escolas da rede pública para a aplicação das doses.

De acordo com a pesquisa realizada pelo Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), 84% das famílias com crianças entre 5 e 11 anos de idade no estado de São Paulo pretendem aderir à vacinação infantil contra a covid-19.

Uma destas pessoas que pretendem vacinar seus filhos é a estudante de pedagogia Juliana Vianna, de 34 anos. Ela é mãe da Laura, de sete anos, e aguarda a disponibilização das doses para vacinar a filha. "Toda minha família já está vacinada e agora só falta a minha filha caçula. Já tivemos covid no início da pandemia, em 2020, e sabemos dos riscos da doença", explica a mãe.

A dona de casa Jaqueline Pacheco, de 34 anos, também aguarda a vacinação para sua filha Sofia, de oito anos. Para se informar do assunto a mãe acompanha pediatras de confiança. "Minha filha está acompanhando a situação da doença, ela quase perdeu o pai em 2021 por conta do vírus e sabe da importância da vacinação. Todos os pediatras de confiança que mantive contato recomendaram a vacinação infantil, então o importante é confiar na ciência e aguardar as doses", afirma Jaqueline.

DOSES

De acordo com o Ministério da Saúde, 4,3 milhões de doses da Pfizer chegarão neste mês. O primeiro lote chegará nesta quinta-feira (13), o segundo no dia 20 e o terceiro no dia 27. A expectativa é finalizar o primeiro trimestre de 2022 com 20 milhões de doses aplicadas.

O governo do Estado de São Paulo ainda aguarda o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a liberação das doses do imunizante da Coronavac nesta semana. O estado tem 12 milhões de doses da vacina contra a covid-19 produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac prontas para utilização pelos 645 municípios.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: