Jundiaí

Após 8 anos, curso de enologia e viticultura tem data prevista


 DANIEL TEGON POLLI
A Etec já produz sete espécies de uva e vai ganhar equipamentos
Crédito: DANIEL TEGON POLLI

Oito anos após o início do projeto e das obras, o curso técnico de Viticultura e Enologia da Etec Benedito Storani (EtecBest), agora tem data prevista para começar. Com a verba de R$ 6 milhões destinada pelo governador Rodrigo Garcia, a implantação do curso está prevista para o primeiro semestre de 2023.

O prédio exclusivo foi finalizado em 2016, mas faltava verba do governo para a aquisição dos equipamentos, recurso anunciado na semana passada quando Garcia veio a Jundiaí.

O investimento será destinado à compra de equipamentos como gerador de água quente, sistema de refrigeração para resfriamento, controle de fermentação e estabilização de vinhos, bomba centrífuga, tanques de fermentação e monobloco de envase, entre outros.

Entre os ambientes previstos para a infraestrutura do curso técnico estão adega, laboratórios (de microvinificação, microbiologia, enoquímica, enologia, cozinha e gastronomia); salas de paramentação, de preparação e de reagentes.

O CPS está licitando a compra de mobiliário para os laboratórios que inclui fechamento de bancadas e armários do laboratório de enologia e da adega, descansos para espumante, gaveteiros e bancos, entre outros. O valor do investimento do Estado será de R$ 895 mil.

O CURSO

O curso será o segundo oferecido no País - o outro é ofertado pelo Instituto Federal (IF), em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. Com dois anos de duração, a habilitação técnica terá enfoque em técnicas de produção, como implantação de parreiral, espécies adaptadas à região, sistema de poda, colheita e processamento.

A Etec agrícola já produz sete espécies de uva e, com o investimento, vai ganhar equipamentos de ponta, equiparados ao que existe de mais moderno nas fábricas do sul do País. Tecnologias que darão suporte aos estudantes, para que aprendam na prática a produzir diversas variedades de vinhos, espumantes e sucos. Também existe projeto de produção em parceria com agricultores da região e com a prefeitura, para fornecer suco para merenda escolar.

Reconhecida pelo cultivo da uva e produção de derivados da fruta, a cidade de Jundiaí, atualmente, possui diversas adegas produtoras de vinho. São diferentes tipos da bebida muitos deles produzidos tradicionalmente há mais de 100 anos.

ETECBEST

Integrada ao CPS em 1994, a Etec Benedito Storani tem 858 alunos matriculados em cursos técnicos, integrados e especialização técnica. No processo seletivo para o segundo semestre de 2022, a unidade oferece 150 vagas para os cursos técnicos de Administração (semipresencial), Alimentos e Gastronomia, além da especialização técnica em Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição.

(Mariana Checoni)


Notícias relevantes: