Jundiaí

Sábado tem multivacinação e nova dose adicional para idosos 60+ com alto grau de imunossupressão


Divulgação
Vacinação contra Covid-19 passa a ter nova dose adicional para pessoas com 60 anos ou mais com alto grau de imunossupressão
Crédito: Divulgação

Neste sábado (04), a Prefeitura de Jundiaí realizará mais um Dia de Multivacinação. Além das doses de rotina para a população, influenza e sarampo, entre os grupos de COVID-19 há a oferta de mais uma dose adicional para os idosos com 60 anos ou mais que tenham alto grau de imunossupressão. A aplicação será feita nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Hortolândia, UBS Colônia, Nova UBS Jardim do Lago e Clínica da Família II – Almerinda Chaves (Antiga UBS Novo Horizonte), das 8h às 12h.

A recomendação é que a partir de agora seja aplicada mais uma dose de reforço em idosos 60+ com alto grau de imunossupressão, como detalhado abaixo. Essa dose deve ser recebida com intervalo de 122 dias ou quatro meses da anterior. “As famílias precisam se atentarem para a vacinação dos idosos, que são os mais vulneráveis às mudanças de temperatura. Somente com a aplicação das vacinas é possível proteger dos vírus e das formas graves de doenças”, comenta a enfermeira e coordenadora da VE, Maria do Carmo Possidente.

Nova dose de adicional é oferecida para idosos com 60 anos ou mais e que:
I – Tenham imunodeficiência primária grave;
II – Façam quimioterapia para câncer;
III – Sejam transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas
(TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;
IV – Sejam pessoas vivendo com HIV/Aids;
V – Em uso de corticóides em doses 20 mg/dia de prednisona, ou
equivalente, por 14 dias;
VI – Em uso de drogas modificadoras da resposta imune – Metotrexato;
Leflunomida; Micofenolato de mofetila; Azatiprina; Ciclofosfamida;
Ciclosporina; Tacrolimus; 6-mercaptopurina; Biológicos em geral
(infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe,
Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe,
ustekinumabe); Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e
Upadacitinibe);
VII – Com doenças Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;
VIII – Pacientes em terapia renal substitutiva (hemodiálise);
IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas;

Demais grupos

As pessoas que ainda não tenham recebido todas as doses contra a COVID-19 devem procurar os locais indicados para o complemento do esquema vacinal, já que as temperaturas estão em queda e isso facilita a circulação dos vírus respiratórios, como é o caso da COVID-19.

Os públicos habilitados para a recepção das vacinas são 5 a 11 anos, 12 anos+ imonossuprimidas, 18 a 59 anos, 60 anos ou mais e 60 anos ou mais com alto grau de imunossupressão. Cada um com quantidade de doses específico, a depender da vacina recebida.

Já a vacina contra influenza, está disponível para pessoas entre seis meses e menores de cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, gestantes e puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto); pessoas com comorbidades e ou deficiências, profissionais de saúde e profissionais de educação; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários, de forças de segurança e salvamento, e de forças armadas; e funcionários do sistema prisional também estão habilitados para receberem a vacina contra influenza.


Notícias relevantes: