Jundiaí

Horta Urbana Fazenda Grande é inaugurada com plantio de mudas


Divulgação
Programa é um estímulo à economia solidária e às práticas comunitárias em espaços públicos
Crédito: Divulgação

Foi inaugurada na manhã deste sábado (4) a Horta Urbana Fazenda Grande, com a entrega da construção ecológica, realizada em parceria com o Sesc Jundiaí. A inauguração faz parte das comemorações do Dia do Meio Ambiente, celebrado mundialmente em 5 de junho. No local, que já conta com hortaliças em desenvolvimento, houve também o plantio de um canteiro de flores comestíveis por crianças do bairro, além de mudas nas proximidades, integrando o programa Pé de Árvore.

Lançado em 2021, pelo Departamento de Urbanismo da Unidade de Gestão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (UGPUMA), o programa Horta Urbana disponibiliza áreas públicas ociosas para os munícipes que desejam cultivá-las. Atualmente são 21 permissionários, em áreas espalhadas em diversos bairros, com sete hortas ativas e 14 em fase de estruturação.

“Com a inauguração dessa, que é a primeira, o momento é de muita alegria. A importância desse programa evidencia que aqui há muito mais suor e solidariedade do que recursos financeiros aplicados. Fica a manifestação do nosso desejo de dar continuidade com as demais”, afirmou o gestor da UGPUMA, Sinésio Scarabello Filho, agradecendo a dedicação de todos.

A horta do Fazenda Grande tem como beneficiária a moradora Célia Fernandes Micheloti. “Será um ponto de venda, onde a comunidade local pode visitar, prestigiar e encontrar uma variedade de verduras e ervas aromáticas. Pra mim é uma grande oportunidade de geração de renda e uma satisfação ser permissionária, um sonho que se torna realidade. O espaço será cuidado com o maior respeito e carinho”, pontuou Célia.

Função social ao espaço

O objetivo do programa é dar uma função social aos terrenos públicos, oferecendo alternativas para promover a segurança alimentar dos munícipes e uma fonte de renda alternativa para a população. Dessa forma, estimula a economia solidária e as práticas comunitárias em espaços públicos, incentivando o contato de crianças e adolescentes com a natureza. É uma valiosa contribuição para o alcance dos objetivos de desenvolvimento sustentável.

“O plantio do canteiro de flores comestíveis é um modelo que vamos reproduzir nas demais hortas, despertando nas crianças o desejo da alimentação saudável e o cuidado com a natureza, que se aprendem por meio do contato com a terra”, celebrou a diretora do departamento de Urbanismo Diretora, Sylvia Barbosa Angelini.

Para o bem da comunidade

O espaço também recebeu intervenções durante o curso de Técnicas Bioconstrutivas e Permacultura, ministrado pelo Sesc. “A horta urbana é uma ideia fantástica. Tenho muito orgulho de participar dessa inauguração: um marco na utilização de espaços públicos que voltam para o bem da comunidade. A construção ecológica utilizou materiais orgânicos, otimizando recursos disponíveis. O meio ambiente somos todos nós e a natureza. Ao Sesc cabe a ação educativa. Só podemos transformar se cada um fizer sua parte”, enfatizou a gerente do Sesc Jundiaí, Celina Tamashiro.

Além de melhorar a qualidade ambiental e paisagística da cidade, as hortas urbanas também reforçam os laços de vizinhança. O programa tem o apoio das Unidades de Agronegócio, Abastecimento e Turismo, Escola de Governo, Infraestrutura e Serviços Públicos.


Notícias relevantes: