Jundiaí

Placas com nomes apagados nas ruas atrapalham identificação


 DANIEL TEGON POLLI
A rua 31 de março é um exemplo de local onde não é possível ler o nome
Crédito: DANIEL TEGON POLLI

Localizar uma rua ou avenida em Jundiaí tem sido um problema para profissionais ou motoristas que precisam chegar a algum endereço. As placas malconservadas ou a falta delas têm sido gargalo frequente pelos bairros.

O motoboy Mateus Callegari, que faz entregas para uma distribuidora de água, revela que muitas vezes tem dificuldade em achar o endereço por conta das placas apagadas. "Às vezes eu tenho muita dificuldade. Muitas placas estão com nome apagado e se não tiver GPS ou quando ele falha, nos perdemos para encontrar alguns endereços", afirma.

A situação é pior quando foge da região central. "Acredito que alguns bairros são mais privilegiados em relação a sinalização. Bairros mais afastados do Centro acabam caprichando menos nessa parte. Vila Comercial, Agapeama, São Camilo são locais onde as placas estão apagadas. Realmente atrapalha na hora da entrega", afirma.

Questionada, a Unidade de Gestão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (UGPUMA) informa que está em andamento o processo para contratação de empresa para o serviço de confecção de placas em áreas públicas. O processo é tratado com prioridade pela unidade que orienta os munícipes fazerem as solicitações referentes ao tema por meio do 156, para formalização dos pedidos e providências.

(Mariana Checoni)


Notícias relevantes: