Jundiaí

Jundiaí vai ampliar os níveis de integração das políticas públicas "Cidade das Crianças"

Em março de 2023, Jundiaí será sede de Encontro Latino-Americano – Cidade das Crianças, e a organização das atividades já está sendo realizada


 @pedroamora
O cronograma de ações foi definido em reunião que teve participação remota do prefeito
Crédito: @pedroamora

Em março de 2023, Jundiaí será sede de Encontro Latino-Americano – Cidade das Crianças, e a organização das atividades já está sendo realizada, sob as diretrizes do prefeito Luiz Fernando. Na manhã desta quinta-feira (23), na Sala de Situação do Paço Municipal, foi realizada reunião entre o chefe do Executivo e gestores das Unidades de Gestão da Prefeitura de Jundiaí para início do planejamento do evento do próximo ano, bem como foram definidas medidas de gestão para ampliar a integração das áreas e ações relacionadas às políticas públicas direcionadas para a infância. A cidade de Jundiaí foi escolhida para ser avaliada pela Rede Urban95.

"A Política da Infância em Jundiaí é prioridade no plano de governo. São entregas em áreas estratégicas para o desenvolvimento das nossas crianças e que passam por todas as áreas do governo. Queremos potencializar essas entregas e chegar em todas as crianças da cidade que precisam de apoio do poder público", comentou o prefeito Luiz Fernando Machado.

Participaram do encontro as Unidades de Gestão de Cultura, Educação, Promoção da Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social, Esporte e Lazer, Governo e Finanças, Casa Civil, Inovação e Relação com o Cidadão, Mobilidade e Transporte e Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun).

"A partir dessa reunião, saímos com um cronograma de ações definidas pelo prefeito para que consigamos ampliar o alcance das políticas e serviços vinculados ao Programa Cidade das Crianças", comenta o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi.

"Jundiaí foi uma das cidades brasileiras escolhidas pela Rede Urban95 para implementação de projeto de mudança de comportamento, relacionado ao brincar, criado pelo Hub Criativo de mulheres, Allma. Serão aferidos indicadores antes, durante e depois das iniciativas implementadas para observar os resultados e o impacto saudável na vida das crianças e suas famílias", completa o gestor de Cultura, Marcelo Peroni.


Notícias relevantes: