Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

32 novas promotoras legais populares se formam hoje

MARIANA CHECONI | 07/12/2019 | 05:00

O curso de Promotoras Legais Populares (PLP) forma sua terceira turma hoje (7), às 17h, com uma cerimônia que ocorre na Casa Arauá, um Coletivo dedicado às mulheres. Este ano a turma “Lurdinha Rodrigues”, que iniciou os trabalhos em março, forma 32 mulheres.

A coordenadora Ana Laura Hermann, 40 anos, explica que o curso é baseado em formação popular e tem como princípio capacitar mulheres para entenderem e saberem como buscar seus direitos. “Um dos principais objetivos é criar uma rede de apoio entre as mulheres para que elas consigam ajudar umas as outras”, conta.

A longo do ano o grupo se reuniu nas dependências da Biblioteca Municipal Nelson Foot para discutir e dividir relatos sobre temas como violência doméstica, de gênero, e obstétrica, além de defesa pessoal, princípios Lei Maria da Penha, assédio sexual no trabalho, saúde mental, contextualização histórica, feminismo e diversas questões pertinentes aos direitos das mulheres.

Liliana Picchi Cappuccelli, de 25 anos, é uma das alunas da turma que irá se formar. Ela diz que recomenda o curso a todas as mulheres. “Já me considerava feminista antes do curso e sempre me interessei por direitos humanos. Quando vi que era um curso popular, feito por mulheres e para mulheres, me inscrevi na hora. É um curso que nos traz esclarecimentos, novos questionamentos e amplia nosso olhar.”

As PLPs estão presentes no Brasil há 25 anos. No estado de São Paulo, cerca de 30 cidades oferecem, gratuitamente e de forma voluntária, o curso de formação. A ideia é estimular a participação política e cidadã das mulheres para que sejam protagonistas no combate às desigualdades de gênero.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/32-novas-promotoras-legais-populares-se-formam-hoje/
Desenvolvido por CIJUN