Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Abertura de empresas cresce 12% em Jundiaí no primeiro semestre

VINÍCIUS SCARTON | 21/07/2018 | 05:33

A quantidade de empresas inscritas na Prefeitura de Jundiaí no primeiro semestre deste ano é 12% maior que a verificada no mesmo período de 2017. Conforme levantamento da Unidade de Governo e Finanças (UGGF), entre janeiro e junho de 2018, foram registrados 2.408 novos pedidos (10 indústrias, 467 comércios e 1.931 prestadores de serviços) ante 2.156 (13 indústrias, 580 comércios e 1.563 prestadores de serviço) nos seis primeiros meses de 2017. Os dados incluem Microempreendedores Individuais.

Consultor de negócios do Sebrae, Marco Antônio Ramos avaliou o aumento de prestadores de serviço no município. “O crescimento tem relação com o empreendedorismo por necessidade, ou seja, pela falta de empregabilidade e dificuldade de recolocação no mercado de trabalho, sendo a prestação de serviço uma das possibilidades de geração de renda”, observou. Ramos explicou ainda que os setores de serviço e comércio se destacam neste momento e reforçou as principais vantagens para o segmento. “Desburocratização do processo de abertura de empresa, benefícios previdenciários, possibilidade de comercialização entre empresas e acesso ao mercado financeiro”, diz.

CLIQUE AQUI E CONFIRA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE A ECONOMIA JUNDIAIENSE E BRASILEIRA 

EXEMPLO
Luceno Marcos de Aguiar Ferreira, de 44 anos, estava desempregado e agora atua como prestador de serviços na área de transporte. “Trabalhar neste segmento é uma alternativa que auxilia o orçamento familiar, além de proporcionar flexibilidade e poder de controlar a renda, conforme a necessidade de cada mês.” O gestor da UGGF, José Antonio Parimoschi, ressaltou que uma série de medidas foi criada para estimular a atração de novos negócios para a cidade. “Estamos revisando o Plano Diretor para ordenar a ocupação do território a partir da vocação econômica da cidade. Também criamos um grupo técnico de trabalho para promover a competitividade, reduzir a burocracia, e estamos trabalhando num novo portal para os empreendedores interessados em se instalar em Jundiaí.” Já o prefeito Luiz Fernando Machado enfatizou que o trabalho está focado em atrair investimentos produtivos. “E como consequência também favorecer a abertura de novas empresas”, comentou.

COMPARATIVO
O número de pedidos de cancelamento de inscrição na Prefeitura entre janeiro e junho deste ano chega a 1.287, contra 2.408 novas inscrições. Ou seja, o saldo é de 1.121 novas empresas abertas (+87%).

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/abertura-de-empresas-cresce-12-em-jundiai-no-primeiro-semestre/
Desenvolvido por CIJUN