Jundiaí

Abrigo em ginásio começa acolher moradores em situação de rua

T_psa-em-embalagens-descartaveis-jd-sorocabana
Crédito: Reprodução/Internet
A estrutura emergencial para abrigamento da população em situação de rua já está em funcionamento nas dependências do Complexo Esportivo Jardim Ângela, localizado na Vila Aparecida. O espaço irá funcionar 24 horas e nele serão oferecidos pernoite (em leitos que respeitem o distanciamento necessário) e atendimento técnico, além de banhos, alimentação e roupas, tudo sob a supervisão das equipes da Prefeitura e da Guarda Municipal. Segundo adianta a diretora da Proteção Social Especial da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), Ariane Goim, a estrutura leva em conta a demanda identificada pelo Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS) nas últimas semanas. “A orientação é para que as pessoas estejam em suas casas durante este período, mas essas pessoas não dispõem de moradia e neste caso nossa atuação é ajudar no abrigamento para que evitem a circulação.” Também será organizado cronograma de atividades com o objetivo de buscar a permanência dos usuários, evitando assim a sua circulação pelas ruas. Edmar dos Santos, de 35 anos, foi um dos primeiros a chegar ao abrigo, logo no início da tarde de ontem. O baiano de Camacã vive nas ruas há dois anos e está há oito dias em Jundiaí, onde segue acompanhamento do Centro Pop. “As dificuldades com falta de emprego e problemas com a saúde desde a infância me levaram até as ruas. Fiquei feliz quando me encaminharam para esta estrutura, um lugar onde comer e onde dormir”, conta. AJUDA Os interessados em doar produtos de higiene pessoal, limpeza e roupas de banho podem enviar ao Fundo Social de Solidariedade, localizado na avenida Dona Manoela Lacerda de Vergueiro, s/n, anexo ao Parque da Uva.

Notícias relevantes: