Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Abuso sexual cometido por jovens deixa conselho em alerta

| 14/05/2014 | 20:58

Pelo menos um caso de abuso sexual cometido por jovens é registrado toda semana em Jundiaí. De acordo com a presidente do Conselho Tutelar 1, Kelly Cristina Galbieri, o que mais assusta é a constatação da mudança do perfil do agressor. “Cada vez o agressor está mais novo. A gente tinha sempre o caso do padrasto, vizinho e geralmente é dentro de casa. Agora é irmão, primos e até na escola”, afirma.

Segundo a conselheira, as vítimas também estão cada vez mais jovens, principalmente os meninos. “Um balanço feito pela Vigilância Epidemiológica diz que a média de idade das meninas abusadas é de 10 a 14 anos e dos meninos, de 5 a 9 anos.”

Veja vídeo da Campanha contra o Abuso Sexual


Retirar o agressor de dentro de casa é a principal medida para que o crime não volte a ocorrer. Mas, quando necessário, é possível levar a criança para abrigos. “Há casos em que o pai ou irmão é agressor e a mãe é conivente, por exemplo. Assim não adianta deixar que a vítima continue sob o mesmo teto. Procuramos um familiar que possa ajudar e quando não há possibilidade, a criança é encaminhada para abrigos.”

O juiz da Vara da Infância e Juventude, Jefferson Barbin Torelli, considera a situação alarmante. “O leque dos autores de abusos ampliou. Há vários tipos de perfis e acreditamos que nem todos os casos cheguem até as autoridades. Muitos acontecem no interior do lar e ninguém fica sabendo”, alerta.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/abuso-sexual-cometido-por-jovens-deixa-conselho-em-alerta/
Desenvolvido por CIJUN