Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Acidente mata motociclista no Bairro do Poste; polícia aguarda exame de embriaguez de motorista envolvido

GERALDO DIAS NETTO | 13/07/2018 | 20:48

A Polícia Civil aguarda resultado de exame de sangue para saber se dirigia embriagado o condutor de um veículo Jetta envolvido em acidente que matou, no começo da madrugada de ontem, um motociclista de 26 anos, no km 65 da rodovia, região do bairro do Poste, em Jundiaí. Gelson Ramiro morreu no local. Ele pilotava uma Honda CG 150 Titan e trafegava com lanterna da moto apagada, conforme garantiu o motorista do carro, um rapaz de 25 anos, morador no bairro Terra Nova. Em razão do acidente, o automóvel também capotou, causando ferimentos no condutor e no passageiro. Com a chegada da polícia ao local, o motorista se negou a fazer o teste do bafômetro, o que causou a desconfiança de que ele poderia estar embriagado. Posteriormente, no entanto, enquanto o boletim de ocorrência estava sendo registrado, ele autorizou retirada de sangue para exame de dosagem alcoólica no hospital. Por ordem do delegado plantonista, o caso, registrado como homicídio culposo (sem intenção) e lesão corporal, foi encaminhado para ser apurado pelo 5º DP, que apura delitos na região do local do acidente.

Números
O número de mortes por acidentes de trânsito em Jundiaí aumentou 22% entre janeiro e maio de 2018 em comparação ao mesmo período de 2017. Este ano, foram 33 mortes e no ano passado, 27. O levantamento foi feito com base nas informações do Infosiga – Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, órgão ligado ao Governo do Estado de São Paulo. O órgão divulga mensalmente os dados de acidentes fatais nos municípios paulistas. O que mais chama a atenção nos dados é o aumento no número de acidentes com vítimas fatais envolvendo motocicletas. Foram 13 mortes de janeiro a maio de 2017 ante 19 em 2018, crescimento de 46%.

Apenas em maio deste ano, foram oito mortes na cidade – cinco envolvendo motos, dois motoristas ou passageiros em carro e um pedestre. Os óbitos ocorreram 50% em vias municiais e outros 50% nas rodovias que cortam a cidade. Ainda em maio, 87,5% das vítimas eram do sexo masculino, enquanto 12,5% do sexo feminino. Em 75% dos casos, a pessoa que perdeu a vida estava conduzindo o veículo. Neste ano, a segunda maior vítima de acidentes de trânsito é o pedestre, segundo o Infosiga. Foram sete vítimas entre janeiro e maio. Além disso, a maioria dos acidentes (11) foi registrada no período matutino (entre 6h e 12h), e nos finais de semana (domingo e sábado).


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/acidente-mata-motociclista-no-bairro-do-poste-policia-aguarda-exame-de-embriaguez-de-motorista-envolvido/
Desenvolvido por CIJUN