Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Acidentes motivam 10% das internações no Hospital São Vicente

DA REDAÇÃO | 29/11/2018 | 05:04

Alef Sérgio de Queiróz Alexandre, 24 anos, sofreu um acidente de trânsito no cruzamento entre as ruas Vigário JJ Rodrigues e Cândido Rodrigues, na região central. Pela colisão, quebrou o pé direito e precisou passar por cirurgia e ficar internado para a colocação de pinos e haste.
O jovem é um dos 68 pacientes que chegou até o Hospital São Vicente de Paulo por conta de acidentes de trânsito apenas em setembro. As ocorrências de colisões de veículos e atropelamentos representaram 10,65% do número total de atendimentos no complexo hospitalar no mês. Os acidentes, além de causar impacto na vida do paciente, representam gastos para a sociedade.
De acordo com dados do Hospital São Vicente, no mês de setembro o complexo recebeu 638 pacientes, por ocorrências variadas, no setor de emergência. “Os casos de acidentes de trânsito, na maioria das vezes, têm como motivação a imprudência ao volante. A falta de respeito às leis e normas afetam toda a sociedade, visto que essas pessoas, dependendo da gravidade do caso, permanecerão meses em tratamento para recuperação, ou até, necessitarão de próteses ou aparelhos para o resto da vida”, comenta superintendente do hospital, Matheus Gomes.
Ainda de acordo com o gestor do hospital, o custo de internação médio – denominado “custo saída” – por paciente é de R$ 6,6 mil (entre 5 e 6 dias), sendo que as ocorrências têm o custo acrescido conforme as necessidades específicas de cada caso.
“Sabemos que os acidentes graves geram internações em períodos muito maiores. Somente uma diária em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) gera custo de R$ 2,5 mil”, detalha o gestor do hospital, lembrando ainda que o custo-saída foi reduzido em relação ao praticado em dezembro de 2016, quando cada internação média custava R$ 10 mil.

Estatística
O caso de Alef Alexandre demandou apenas um dia de internação, porém, o afastamento do trabalho está previsto até o mês de março do próximo ano. “O acidente foi ocasionado por imprudência do motorista do carro, que cruzou a via e me acertou. Na batida, eu fui ejetado e localizado a 7 metros da minha moto”, conta o jovem.
De acordo com dados do Infosiga (Movimento Paulista de Segurança no Trânsito), de janeiro a outubro deste ano (período disponível para consulta), foram registradas 53 mortes no trânsito de Jundiaí, incluindo acidentes em rodovias e vias municipais. O número gera média entre 5 e 6 mortes por mês. O número é superior ao de cidades com populações semelhantes, como, por exemplo, Bauru (23), São José do Rio Preto (48) e Santos (38).

T_sao_vicente


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/acidentes-motivam-10-das-internacoes-no-hospital-sao-vicente/
Desenvolvido por CIJUN