Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Aeroporto de Jundiaí vai iniciar voo compartilhado até Ubatuba

Mauro Utida . mutida@jj.com.br | 28/12/2017 | 10:27

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A concessionária Voa São Paulo, que administra o aeroporto de Jundiaí “Comandante Rolim Adolfo Amaro”, deve anunciar em breve o início dos voos compartilhados entre Jundiaí e Ubatuba, que poderão ser agendados por meio do aplicativo de aviação privada “Flapper”.

Os planos da concessionária seguem as diretrizes do governo do Estado, que tem incentivado os voos regionais compartilhados, conforme explica o presidente-executivo da Voa São Paulo, Othon Ribeiro. “Existe a expectativa da reformulação da lei para permitir este tipo de voo”, anuncia.

Segundo o executivo, o voo compartilhado com 10 passageiros deverá custar em torno de R$ 400 por pessoa para uma viagem de aproximadamente uma hora de duração.

De acordo com a empresa de táxi aéreo TwoFlex, que ficará responsável pelos voos entre Jundiaí a cidade do litoral Norte, o início da operação depende da autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A empresa possui um hangar em Jundiaí com 19 aeronaves.

Voos comerciais
A Voa São Paulo também planeja iniciar as operações dos voos comerciais no aeroporto de Jundiaí daqui três anos. Atualmente, o foco do campo de aviação do município é o voo executivo.

De acordo com o executivo Ribeiro, atualmente o aeroporto não possui estrutura necessária para os voos comerciais, onde é necessário o atendimento de passageiros diariamente com horários definidos. “Haverá reformulação no aeroporto e em seu entorno para receber estas companhias aéreas”, diz.

Em setembro, a concessionária anunciou investimentos de R$ 20,5 milhões no sistema de pistas, pátios e acesso, na pista de rolamento, sinalização diurna e vertical e em equipamentos de proteção de voo.

Segundo Ribeiro, a expectativa é que esta soma seja ainda maior através dos investimentos privados previstos para começar a acontecer a partir do próximo ano, com a possibilidade da construção de hotel, outlets e centro de convenções. “Temos 60 mil m² de área disponível para o desenvolvimento em torno do aeroporto. Estamos em tratativa com a Prefeitura de Jundiaí para haver um crescimento organizado seguindo as diretrizes do Plano Diretor”, declara.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/aeroporto-de-jundiai-vai-iniciar-voo-compartilhado-ate-ubatuba/
Desenvolvido por CIJUN