Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Agência classifica Jundiaí como “boa pagadora”

DA REDAÇÃO | 23/10/2018 | 06:03

As boas práticas de governança atribuem a Jundiaí boa capacidade de honrar dívidas e atrair investidores, segundo uma avaliação da Austin Rating, uma das mais renomadas agências de análise de risco do Brasil. “A nota AA- com perspectiva estável significa que Jundiaí é uma cidade boa pagadora e isso é importante porque ajuda na obtenção de recursos externos que contribuem para o desenvolvimento da cidade, especialmente neste momento de queda da arrecadação em nível nacional”, explicou o CEO da empresa, Alex Augustin, durante apresentação do relatório a gestores e servidores municipais na manhã desta segunda-feira (22).

Para a avaliação, a agência analisa oito grandes pilares com cerca de 60 indicadores. Entre os itens observados estão as relações governamentais (apoio da Câmara de Vereadores, por exemplo), as contas públicas, a capacidade de arrecadação e o índice de participação do Município na cota do ICMS, além de outros aspectos socioeconômicos. “A realização da análise demonstra também um forte compromisso da administração com a transparência na gestão, um diferencial importante em relação a outros municípios”, afirmou Augustin.

Durante a apresentação, o especialista destacou pontos positivos da gestão do prefeito Luiz Fernando Machado que refletiram na nota alcançada, como o percentual da arrecadação com impostos que é aplicado nas áreas de saúde e educação. “Em ambos os casos, o município aplica mais do que a lei exige e isso é muito bom. Na Saúde é aplicado quase o dobro do previsto na lei”, pontou.

Augustin explicou, ainda, que o rating dentro do grau de investimento é importante porque a maioria dos fundos estrangeiros que concentram muitos recursos tem em seus estatutos uma cláusula que proíbe a aplicação em países que não têm o selo de bom pagador. “Isso interfere diretamente nas cidades, uma vez que grandes empresas que buscam crédito no mercado financeiro têm mais dificuldades em obter financiamento barato e, desta forma, realizar novos investimentos, que refletem diretamente na geração de empregos nas cidades onde estão sediadas”, ressaltou.

A avaliação completa está disponível no Portal da Transparência de Jundiaí, neste link: https://transparencia.jundiai.sp.gov.br/financeiro/avaliacao-de-risco/. A última avaliação havia sido feita em 2012, quando o município obteve nota AA. Na gestão 2013-2016, a prefeitura não contratou a avaliação.

Ajuste fiscal
De modo a facilitar o entendimento do que significa a avaliação de Jundiaí, basta comparar a cidade a um indivíduo. Para atribuir a nota, a agência de classificação de risco analisa a conta bancária da pessoa e confere se ela possui dívidas, se está no vermelho e se fez empréstimos.

O gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, lembrou que desde o início da gestão do prefeito Luiz Fernando Machado foi implementado um ajuste fiscal com base no corte de despesas, a fim de reequilibrar as contas da Prefeitura, deterioradas por conta dos gastos desmedidos da gestão anterior. “Nosso foco é gastar somente o que arrecadamos para não aumentar a dívida do município. Temos trabalhado muito para fazer mais com menos e entregar serviços de qualidade aos cidadãos”, destacou.

Parimoschi afirmou, também, que a aplicação dos recursos é direcionada a áreas prioritárias. “Recebemos quatro UPAs inacabadas, algumas com erros de projeto, e com uma gestão eficiente conseguimos terminar a do Novo Horizonte, que será entregue no mês que vem. Priorizamos esta unidade por conta da sua relevância, dado o grande número de cidadãos que serão atendidos no local”, comentou.

Foto: PMJ

Foto: PMJ


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/agencia-classifica-jundiai-como-boa-pagadora/
Desenvolvido por CIJUN