Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Aglomerado Urbano debate drogas e gestão do lixo

BÁRBARA NÓBREGA MANGIERI | 28/03/2018 | 11:00

Durante a 26ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ), na tarde de ontem, os prefeitos da Região assinaram dois protocolos de intenção referentes a políticas públicas sobre drogas e ao programa de gestão integrada de resíduos sólidos. A coordenadora estadual de políticas sobre drogas, Gleuda Apolinário, fez uma breve apresentação aos prefeitos e representantes presentes sobre o programa “Recomeço – uma vida sem drogas”. O plano de combate às drogas reúne estratégias para prevenção, tratamento e recuperação de dependentes químicos e sua reinserção na sociedade, além de prever, também, atendimento aos familiares. “A proposta é que, ao assinar o protocolo de intenção, cada município se comprometa a realizar um diagnóstico da situação das drogas para guiar o programa de forma a solucionar os maiores problemas de cada Região”, disse Gleuda.

Gestão do lixo
Em seguida, o assessor de consórcios e concessões na Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Luigi Longo, apresentou o plano de gestão integrada de resíduos sólidos, a ser incluso no Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) do AUJ. “A destinação de resíduos sólidos deve ser discutida regionalmente, pois o projeto não funciona para cidades pequenas”, afirmou. Segundo o assessor, a implantação do projeto diminuiria o impacto financeiro da destinação de resíduos aos aterros. “É um conjunto de lei que visa sair das ações paliativas e passar a implementar ações resolutivas”, explicou.

A assinatura do protocolo, segundo Luigi, dará luz à contratação do plano regional, feito a partir de um diagnóstico de cada Região. O presidente da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa), Luis José Predetti, informou a todos os presentes da atual situação do PDUI-AUJ. “Formamos os grupos de trabalho e estamos em fase de validação do diagnóstico feito sobre a Região”, disse. “Após a Páscoa, retomaremos os trabalhos e colocaremos o diagnóstico na plataforma digital para que a sociedade civil dê sua contribuição ao PDUI”, garantiu. O gestor da Unidade de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, concluiu a cerimônia de assinatura dos protocolos. “Não há como construir boas políticas públicas sem a sustentabilidade – tanto ecológica quanto financeira”, disse o gestor. “Estamos revisando nosso Plano Diretor e antecipando o que fazer com o lixo antes de gerar ainda mais”, comemorou.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/aglomerado-urbano-debate-drogas-e-gestao-do-lixo/
Desenvolvido por CIJUN