Jundiaí

Agosto tem o maior número de focos de queimadas na Amazônia dos últimos anos


queimadas
Crédito: Reprodução/Internet
As queimadas no bioma Amazônia aumentaram 196% em agosto de 2019, chegando a 30.901 focos ativos, contra 10.421 um ano antes, de acordo com dados do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), gerados com com base em imagens de satélite. É o maior número observado para o mês desde 2010.

Se considerarmos todo o território do país, as queimadas também tiveram alta: foram 51.936 focos em agosto, aumento de 128% em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando foram identificados 22.774 focos. Estes são os maiores números registrados para agosto desde 2010, ainda de acordo com dados do Inpe.

Entre janeiro e agosto foram 90.501 focos em todo o país, contra 52.926 no mesmo período do ano passado – um crescimento de 71%. Trata-se do maior índice em nove anos. O recorde nacional para os oito primeiros meses do ano é de 2005, quando foram registrados 149.124? focos de queimadas no período,.


Notícias relevantes: