Jundiaí

Agricultores de Jundiaí irão vender produção para merenda escolar

2014-07-02_19-06-36_1
Crédito: Reprodução/Internet

Mexerica, uva, morango, goiaba, alface, rúcula e outros produtos agrícolas provenientes da agricultura familiar de Jundiaí vão fazer parte da merenda escolar dos estudantes da rede municipal. Para que isso aconteça, a prefeitura espera a entrega de listagem do que é produzido nos sítios dos interessados e, a partir de então, reformular o cardápio da merenda.

A compra é uma exigência da legislação do Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em que 30% do valor deve ser destinado para aquisição de produtos de agricultura familiar. De acordo com dados da assessoria de imprensa do FNDE, Jundiaí recebeu, no ano passado, R$ 5.306.992 para aquisição da merenda escolar para pré-escola, ensino médio, educação de jovens e adultos, fundamental e creches.

Neste ano, até o mês de junho, R$ 2.026.065,20 foram destinados pelo órgão federal para a administração da cidade. A Secretaria de Educação de Jundiaí não informou o valor movimentado mensalmente para a aquisição de alimentos destinados à merenda escolar provenientes da agricultura familiar.

A pasta também informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que só se manifestará sobre as possíveis novas compras quando o projeto estiver em andamento. Até agora já foram realizadas duas reuniões entre a Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Jundiaí e os produtores rurais. João Bardi, 67 anos, é um dos interessados em participar do fornecimento de frutas para as escolas.


Notícias relevantes: