Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Ainda sem receber verba federal, Grendacc consegue reduzir dívida

FELIPE TOREZIM | 06/06/2018 | 05:35

Quatro meses depois do anúncio de credenciamento de três leitos da UTI do Grendacc pelo Ministério da Saúde, o tão aguardado convênio federal ainda não saiu do papel. O credenciamento era a última pendência que impedia o Hospital da Criança de ser habilitado como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon). Mesmo assim, graças a outros convênios, eventos e bazares, a entidade conseguiu reduzir sua dívida de R$ 4 milhões para R$ 3,6 milhões nos últimos meses. Segundo a presidente da entidade, Verci Bútalo, o convênio junto ao Ministério da Saúde injetaria aproximadamente R$ 200 mil mensais ao caixa da entidade. “Os convênios nos ajudam muito com a verba de cada mês, assim como os atendimentos populares”, afirma Verci.

LEIA MAIS

GRENDACC DEMITE 20 FUNCIONÁRIOS PARA REDUZIR CUSTOS

Atualmente, o Grendacc conta com 12 convênios entre prefeituras e instituições privadas. Segundo ela, há mais alguns em fase de conversa que devem ser assinados em breve. Eles geram em torno de R$ 240 mil para os cofres da entidade. Segundo último balanço da instituição, a receita mensal é de, em média, R$ 850 mil entre bazar, eventos, convênios e campanhas via telemarketing – este último, aliás, é a maior fonte de renda, gerando em torno de R$ 500 mil. Na contramão, o custo médio gira em torno de R$ 1,2 milhão mensais, ocasionando um déficit de aproximadamente R$ 350 mil. Apesar disso, a presidente não teme “fechar as portas”. “O país vive uma situação ruim e sentimos os reflexos. O jeito é usar a criatividade para arrecadar fundos”, garante. Recentemente, para aliviar a folha, foram demitidos 20 funcionários. “Evitamos ao máximo mexer no atendimento aos pacientes e cortamos o que conseguimos no administrativo”, afirma a presidente, que revelou estar com 154 funcionários e 450 pacientes.

Doações
O Grendacc aceita doações de qualquer tipo de produto. De acordo com Verci, o que não é utilizado para os pacientes vai para o bazar, que está com coleção outono-inverno. “Temos o bazar permanente que vende produtos em bom estado com renda integralmente revertido para a instituição.” O bazar fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9 a 16h e também aos sábados, das 9 as 13h. Outra novidade do Grendacc é o lançamento de uma linha especial de chinelos. Segundo Verci, foram confeccionados mil pares, que serão vendidos a R$ 30. Sucesso nos últimos anos, as agendas para 2019 também já estão sendo feitas e a expectativa é vender 11 mil exemplares – dois mil a mais que neste ano. Toda a verba será revertida à instituição.

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí


Leia mais sobre | | | | | | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/ainda-sem-receber-verba-federal-grendacc-consegue-reduzir-divida/
Desenvolvido por CIJUN