Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Alunos do Ensino Médio em Jundiaí lançam projeto de descarte de lixo eletrônico

DA REDAÇÃO | 07/10/2018 | 12:02

Cainã Rozenblum Contarin, Filipe Costa Silva, João Pedro Galvão, Lucas Silva Faustino, Luís Henrique Vertuan, Matheus Padula Alves de Moraes, Matheus Jurkovich Rosa, Miguel Pilon Larena, Rafaela Prampolin e Tiago Fantini dos Santos, alunos do 3º ano do Ensino Médio do Sesi Jundiaí, estão à frente do projeto “Seja Verde – Plug essa ideia”. Além de coletar componentes eletrônicos e eletroeletrônicos para reciclagem, os estudantes buscam orientar e conscientizar as pessoas para o descarte correto destes materiais.

Segundo Tiago, o projeto conta com três pares de caixas verdes e azuis espalhadas estrategicamente pelas imediações da escola: nas portarias da avenida Antonio Segre, 695, da São Lázaro, 220 e na entrada exclusiva de alunos pela avenida União dos Ferroviários. O projeto está sendo desenvolvido em parceria com a Indústria Fox, de Cabreúva, que entre outras atividades presta serviços de triagem, tratamento e reciclagem de resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos. “Definimos uma meta para transformar este projeto na maior captação de resíduos sólidos local do país”, explicou Marcelo Souza, presidente da Fox e diretor de Meio Ambiente do Ciesp Jundiaí. Os jovens já apresentaram o projeto durante reunião do conselho no Ciesp e para pais e alunos na própria escola.

O prazo do projeto vai até 24 de novembro, quando os estudantes apresentarão os resultados na Feira de Apresentação do Eixo Integrador Interáreas. “A característica dos projetos apresentados nesta feira é o envolvimento de todas as áreas. Até agora, já coletamos 15 quilos de equipamentos. Depois da apresentação, o ‘Seja Verde’ deixa de ser um projeto escolar para se tornar um processo da nossa escola: queremos tornar o Sesi Jundiaí conhecido e reconhecido como Ecoponto”, explicou a professora Marinilce Gomes, que orienta o grupo.

Números alarmantes
Os alunos pesquisaram sobre os números de reciclagem de lixo eletrônico e se assustaram com os resultados. De acordo com Miguel Piolon, a quantidade de lixo eletrônico gerada no mundo atingiu 44,7 milhões de toneladas em 2016; destes, 1,5 milhão foi gerado somente no Brasil. “Em Jundiaí, o volume de lixo eletrônico coletado caiu 43,4% no ano passado em comparação com 2016”, destaca.

O projeto, de acordo com Marcelo Souza, vai resultar em um artigo científico, do qual os alunos do Sesi serão coautores. “Estou em contato com uma doutoranda da Unicamp que vai acompanhar todo o projeto, a pesquisa e os resultados. Os alunos estão desenvolvendo um projeto-piloto que, num segundo momento, poderá ser replicado para todas as escolas do país.”

T_sesi_alunos


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/alunos-do-ensino-medio-em-jundiai-lancam-projeto-de-descarte-de-lixo-eletronico/
Desenvolvido por CIJUN