Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Após fim dos protestos, Jundiaí normaliza reabastecimento gradualmente

kátia appolinário | 05/06/2018 | 05:30

Os dez dias de paralisação dos caminhoneiros comprometeram o abastecimento não só dos carros, mas também da despensa da população de Jundiaí e Região. Além das filas quilométricas para conseguir comprar alguns litros de combustível, o medo da escassez de alimentos levou a população a enfrentar também filas nos supermercados em busca de itens básicos, como leite e arroz.

Foto: Jornal de Jundiaí

Foto: Jornal de Jundiaí

A gerente de um mercado na Vila Hortolândia, Priscila Rodrigues, afirma que não há mais motivo para desespero. “A disponibilidade dos produtos dependerá da demanda do consumidor, mas não há necessidade de pânico ou estocagem, a tendência é que agora tudo se normalize aos poucos”, diz, confirmando que os produtos estão chegando aos estabelecimentos, porém em pequenas quantidades ainda.

LEIA TAMBÉM

PREÇO DA GASOLINA CAI 0,68 NAS REFINARIAS

O gás de cozinha, que durante os dias de paralisação atingiu preços elevados, também está em fase de reabastecimento. Proprietário de uma distribuidora, Antônio de Almeida recebeu a última remessa na sexta-feira (1). “Os 150 botijões que chegaram para nós na sexta foram liquidados em menos de duas horas. Tenho mais de 100 clientes aguardando pela chegada de gás”, conta.

Nos postos de combustíveis, desde sábado a situação já está normalizada. Não há mais filas de espera ou quantidade estipulada de abastecimento por cliente. “Estamos operando 24 horas por dia e o movimento está bem tranquilo. Temos combustível para atender os clientes nos próximos dias e já fizemos os próximos pedidos”, afirma a funcionária de um posto na avenida 14 de Dezembro.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/apos-fim-dos-protestos-jundiai-normaliza-reabastecimento-gradualmente/
Desenvolvido por CIJUN