Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Após quase fechar, IAC expande laboratório

GUSTAVO AMORIM - GAMORIM@JJ.COM.BR | 29/03/2018 | 11:51

Poucos meses depois de quase ser fechado, o Programa de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual na Agricultura (QUEPIA), ligado ao Instituto Agronômico de Campinas (IAC) terá seu laboratório de vestimentas expandido em Jundiaí. Segundo o pesquisador responsável Hamilton Ramos, o local já estava pequeno para a demanda atual do órgão. “As obras começam em abril e o novo espaço terá 240 m2”, explica.

A unidade, que trabalha com certificação de segurança junto de instituições internacionais, já desenvolve um projeto voltado à pesquisa de luvas para o uso de agrotóxicos. Segundo Hamilton, o novo espaço terá um laboratório exclusivo para esse projeto, que atualmente divide espaço com as demais pesquisas. “Esperamos que o Brasil seja o primeiro país a fornecer este serviço aos fabricantes e usuários destes equipamentos”, explica.
Em 2019, deve ser publicada pelo instituto uma norma de qualidade. “Essa norma, além de específica para o trabalho com agrotóxicos, vai dividir a segurança em três atividades diferentes. A divisão, além de melhorar a segurança do trabalhador, vai melhorar o conforto térmico no uso das luvas e facilitar o seu uso”, explicou.

Polêmica
Para arrecadar R$ 1,5 bilhão em meio à crise econômica, o Governo do Estado de São Paulo propôs em 2016 a venda de diversos terrenos, entre eles o de 1,1 milhão de metros quadrados onde está instalado o Centro de Engenharia e Automação (CEA) de Jundiaí, ligado ao Instituto Agronômico de Campinas (IAC). Depois da pressão dos órgãos públicos de Jundiaí – entre eles a Prefeitura e a Câmara Municipal – o terreno, avaliado em R$ 134 milhões, foi retirado do leilão ainda em 2017.[/TEXTO]


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/apos-quase-fechar-iac-expande-laboratorio/
Desenvolvido por CIJUN