Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Após reabertura, casos de covid crescem 395%

Kátia Appolinário | 07/07/2020 | 05:00

Os 35 dias em que Jundiaí pôde retomar parte de suas atividades comerciais impactaram diretamente nos casos de coronavírus. Dentro desse período houve um aumento de 395% nos casos positivos da doença no município, passando de 922 positivos no dia 1 de junho para 4.571 nesta segunda (6), primeiro dia do retorno à fase vermelha do Plano São Paulo, que implica novamente no fechamento comércio. As mortes passaram de 67 para 215 na cidade.

No Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) esse crescimento foi ainda maior e chegou a 415%. Foram 5.436 novos casos e 220 vidas perdidas em função da covid-19 em pouco mais de um mês.

De acordo com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC), a cidade está passando pelo ápice da pandemia e por isso é normal que os casos aumentem em maior velocidade. O CEC atribui ainda os altos índices à realização de testes rápidos e exames PCR pela Unidade de Gestão e Promoção de Saúde (UGPS) no município.

Nas demais cidades da região, os gestores de saúde estudam as melhores medidas para que a disseminação do vírus possa ser contida o quanto antes. É o que conta a secretária de saúde de Cabreúva, Rita Hollo. “O Comitê Técnico para Gerenciamento de Protocolos e Fluxo de Atendimentos do Coronavírus segue atento a todas as questões que envolvem a doença e novas orientações podem ser divulgadas a qualquer momento. Por hora, estamos realizando desde a limpeza constante de espaço com grande circulação de pessoas até a adoção de barreiras sanitárias para reduzir a circulação na cidade”, reforça. Com um aumento de 667%, Cabreúva é a segunda cidade do AUJ com maior crescimento dos casos de covid-19 no período, perdendo apenas para Louveira, que apresentou crescimento de 1.823%.

Para o secretário da saúde de Várzea Paulista, José Roberto Spinucci, é preciso fazer uma fiscalização mais severa. “Pretendemos fiscalizar principalmente locais onde há maior chance de aglomeração, como nos supermercados”, pontua. Várzea Paulista registrou 444 casos positivos da doença ao longo dos dias em que esteve na fase laranja.

A gestora de saúde de Itupeva, Luciane Cunha, acredita que a reabertura do comércio foi, sem dúvidas, o principal fator responsável pelo aumento dos casos na cidade. “Está sim associado às aglomerações. No entanto, intensificamos as medidas sanitárias para evitar este tipo de prática, reforçando a importância do uso de máscara, da higienização das mãos com a utilização do álcool em gel e distanciamento social”, diz.

Durante os 35 dias em que Jundiaí esteve na fase laranja, houve um aumento de 3.649 casos positivos de covid-19

FALSA SENSAÇÃO

Segundo um levantamento feito pela plataforma Brasil.io, com base nos dados municipais disponibilizados oficialmente pelo Ministério da Saúde, até domingo (5), Jundiaí era a 10º cidade do interior de São Paulo com maior quantidade de casos confirmados de coronavírus.

Infelizmente a população tem a falsa sensação de que o vírus está sob controle, uma vez que, em Jundiaí, do total de casos positivos, 81,36% já se recuperaram da doença. No entanto, de acordo com o infectologista da Sociedade Brasileira de Infectologia, Renato Gimbal, esse não deve ser um argumento para reduzir os cuidados preventivos. “Mesmo com o número de casos recuperados sendo superiores aos casos ativos da doença, a população inteira deve ficar alerta, afinal estamos falando de uma infecção grave com a qual ainda teremos que conviver por um bom tempo”, ressalta.

Ele afirma que o aumento dos casos está diretamente ligado à flexibilização das atividades comerciais. “Por hora, a única forma que nós temos de evitar a doença é através da prática do isolamento social. Se isso é quebrado, o número de pessoas infectadas pode crescer facilmente”, diz.

Segundo a última atualização realizada pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, no último domingo (5), o índice de isolamento social de Jundiaí era de 48%. Em dias anteriores, como na quinta-feira (25) esse índice chegou a 38%, um dos mais baixos no município desde o início da pandemia.

A gestora de saúde de Itupeva, Luciane Cunha, aposta no reforço da prevenção


Leia mais sobre | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/apos-reabertura-casos-de-covid-crescem-395/
Desenvolvido por CIJUN