Jundiaí

AUJ recebe mais de 28 mil testes rápidos para covid-19

T_WhatsApp Image 2020-05-18 at 15.20.31 (1)
Crédito: Reprodução/Internet
Os testes rápidos distribuídos nas cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) têm contribuído para a agilidade no diagnóstico do coronavírus. No total são mais de 28 mil destinados não só aos profissionais da linha de frente, como também aos munícipes considerados casos suspeitos. A medida visa reduzir a subnotificação da doença. De acordo com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC), Jundiaí conta com 20 mil testes rápidos. A cidade investiu R$ 947 mil para a compra de 10 mil testes e recebeu o mesmo quantitativo do Ministério da Saúde. A Prefeitura Municipal afirma ainda que até a tarde de segunda-feira (18), 1.934 munícipes já haviam sido testados. A expectativa é que a cada mil habitantes, 47 pessoas realizem o teste. Várzea Paulista recebeu na última sexta-feira (15) pelo menos 1,5 mil testes rápidos. O investimento para a aquisição foi de R$ 202.500. Além destes, o município também recebeu do Governo do Estado 750 unidades. No município, os testes serão direcionados aos profissionais da linha de frente ao combate da doença. Também serão testados pacientes que passaram para Unidade de Combate ao Coronavírus e apresentaram todos os sintomas da doença e, assim, ficaram em isolamento social. Os agendamentos já começaram e a expectativa é testar 50 pacientes por dia. Em Campo Limpo Paulista 4,6 mil testes rápidos foram adquiridos. Deste número, apenas 1.380 foram comprados pela Prefeitura. Os demais foram recebidos através do Governo Estadual. Em relação aos comprados, o município não informou o valor total do investimento. O município de Itupeva adquiriu 1.880 testes rápidos, sendo 1 mil comprados com os recursos municipais. O investimento foi de R$ 130.450. Na cidade estão sendo testados todos os munícipes com sintomas de síndrome gripal e também os contabilizados como suspeita sob agendamento prévio. Já a Prefeitura de Cabreúva conta com 815 testes. Desses, apenas 75 foram comprados, o que exigiu um investimento de R$9 mil. Os demais foram enviados pelo Ministério da Saúde. Assim como nas demais cidades, a aplicação dos testes está sendo realizada de acordo com os protocolos nacionais estabelecidos pelos órgãos de saúde oficiais. Serão testados profissionais da área da saúde, familiares de paciente positivos para a doença que tenham convivência direto, profissionais das forças de segurança e idosos que morem em instituições de longa permanência. Em Jundiaí os testes são agendados via 156 (Disque Coronavírus), de segunda-feira (11) entre 7h às 16h As prefeituras de Jarinu e Louveira não retornaram até o fechamento desta edição. EM SÃO PAULO O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou na última sexta-feira (15) a compra de mais 2 milhões de testes rápidos. Com isso, o estado terá realizado 27 mil testes por milhão de habitantes, atingindo níveis de testagem registrados em países europeus, como Itália e Espanha. [caption id="attachment_91396" align="aligncenter" width="800"] .[/caption]

Notícias relevantes: