Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Aumenta para seis os casos confirmados de H1N1 em Jundiaí

VINICIUS SCARTON | 24/07/2018 | 05:00

O número de casos confirmados de Influenza quase dobrou desde o último levantamento do JJ, na semana passada. Já são cinco casos confirmados na cidade de pessoas que tiveram alta, e uma morte, totalizando seis vítimas. O número pode aumentar, uma vez que outro óbito e mais 17 casos ainda estão sendo investigados no município.

O estoque da vacina Meningo C (contra a meningite), existente hoje em Jundiaí, será suficiente para o final deste mês nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), de acordo com a Vigilância Epidemiológica (VE), órgão ligado à Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS). Em nota, a VE explica que o estoque está abaixo da necessidade, devido ao atraso na entrega pelo laboratório fabricante. Contudo, para o próximo mês, aguarda-se a normalização da entrega por parte da Secretaria de Estado da Saúde. Não foi informada a data de chegada do novo lote. O calendário de vacinação do estado de São Paulo detalha que a 1ª dose da Meningo C é aplicada aos 3 meses de vida, a 2ª aos 5 meses, o 1º reforço aos 12 meses e o 2º reforço de 11 a 14 anos, para evitar a meningite.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

FEBRE AMARELA
A vacina contra a febre amarela deve ser tomada em dose única aos 9 meses de vida. Segundo a VE, foram aplicadas, entre 2017 até junho deste ano, 307.800 doses, somadas às 100 mil doses disponibilizadas em anos anteriores, resultando em 99,5% da população imunizada. Jundiaí registrou dois casos positivos em humanos, sendo um recuperado e uma morte confirmada (a última, único caso registrado neste ano).

INFLUENZA
Já a vacina contra a gripe Influenza é ofertada anualmente para grupos determinados pelo Ministério da Saúde, sendo priorizadas gestantes e crianças entre seis meses e menores de 5 anos. Em 2018, foram registradas 50 notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de pessoas residentes em Jundiaí, sendo 17 aguardando resultado, 5 casos positivos para H1N1 (já em alta hospitalar), 1 óbito aguardando resultado e 1 óbito positivo (em junho, de paciente com comorbidades). Até 19 de julho, haviam sido imunizadas 81.825 pessoas, que corresponde a 77% dos 106 mil estimados para crianças entre seis meses e menores de nove anos, trabalhadores em saúde, gestantes, puérperas e idosos que podem se vacinar contra os vírus da Influenza.

SARAMPO
Jundiaí tem cobertura vacinal da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola). Até maio de 2018 foram imunizados 88% da população de um ano, sendo necessárias duas doses ao longo da vida (12 meses e 15 meses). A VE informa também que não houve casos para as doenças neste ano e que haverá campanha nacional para imunização entre 4 e 31 de agosto.

Vacina contra a Hepatite

 


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/aumenta-para-seis-os-casos-confirmados-de-h1n1-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN