Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Banco de Alimentos vai chegar a mais quatro bairros

DA REDAÇÃO | 07/09/2019 | 05:00

Maria do Socorro Sousa, hoje com 53 anos, teve que se aposentar aos 47 por invalidez após sofrer dois infartos. Ela, que trabalhava como cozinheira, hoje mora com o filho especial no Jardim Tamoio, e acabou de ter uma notícia que, como ela mesma diz, a deixou muito feliz: o Banco de Alimentos municipal, implantado pela Prefeitura de Jundiaí em março passado, acaba de ampliar sua atuação e vai chegar até ela. “Deus abençoe quem teve essa ideia”, diz. “Eu e meu filho, que adoramos verduras, já estamos até planejando o que vamos fazer com a Cesta Verde. Vai ajudar demais”.

O Banco de Alimentos acaba de ser ampliado para quatro novos bairros. As oficinas de segurança alimentar e nutricional devem chegar aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) Tamoio e Central, mais especificamente Vila Ana, Jardim Sorocabana e Jardim Fepasa. Os moradores cadastrados no CRAS receberão a Cesta Verde, com doações de frutas, verduras e legumes recebidas do Ceasa Jundiaí – ECAJ (Entreposto Central de Abastecimento Jundiaí). Hoje, recebem a cesta os moradores dos bairros Jardim São Camilo – onde o projeto teve início – Santa Gertrudes, Jardim Novo Horizonte e Vista Alegre.

O programa é executado por meio da Unidade de Gestão de Desenvolvimento e Assistência Social (UGADS) e da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas). Segundo a gestora da UGADS, Nadia Taffarello, a iniciativa está à procura de mais parceiros, mas já está em andamento. “Em Jundiaí, o Banco de Alimentos ainda não completou nem um ano, mas já temos resultados claros de que deu certo. Estimamos que, com essa expansão, a iniciativa impacte quase mil pessoas até fevereiro de 2020”, afirma.

Maria do Socorro, com seu talento de cozinheira, já está pensando na torta de verduras que irá fazer. “Para nós foi uma ótima notícia. Meu filho é vegetariano e eu sou diabética, e uma alimentação com mais verduras e frutas vai nos fazer muito bem”.

Segundo a responsável pelo Banco de Alimentos, Rosana Merighi, para implementar essa expansão estão sendo definidas, no momento, junto aos respectivos CRAS, as famílias participantes e os locais onde serão montados os Grupos de Educação Alimentar e Nutricional. Essa etapa já está acontecendo este mês e prossegue até outubro. “Pretendemos iniciar as oficinas em novembro próximo e a entrega das Cestas Verdes em fevereiro de 2020, após três meses de participação nos grupos”, diz. Nesses grupos, são ministradas noções de como preparar corretamente os alimentos, evitar desperdício e ter uma alimentação saudável utilizando, principalmente, os ingredientes da cesta.

Do Ceasa para o São Camilo
O projeto-piloto do programa começou no CRAS São Camilo em dezembro do ano passado. Com as doações de frutas, verduras e legumes recebidas do Ceasa Jundiaí, a UGADS faz o encaminhamento à Fumas, que faz a pesagem, higienização e montagem das chamadas Cestas Verdes. Todo o processo é feito em uma cozinha industrial, que já produz diariamente 650 refeições preparadas para o Programa de Suplementação Alimentar e recebeu novos equipamentos para a implementação do Banco.

Com as cestas montadas, a UGADS faz a destinação em rodízio semanal nos CRAS onde, monitorados por Nutricionista da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), os beneficiados aprendem os benefícios de cada alimento, propriedades nutritivas e receitas, otimizando o seu aproveitamento.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/banco-de-alimentos-vai-chegar-a-mais-quatro-bairros/
Desenvolvido por CIJUN