Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

‘Black Friday’ de começo de ano atrai o público consumidor

KÁTIA APPOLINÁRIO | 08/01/2020 | 05:00

Após encerrar 2019 com um faturamento 6% maior em relação ao mesmo período do ano anterior, o comércio varejista começou 2020 com o pé direito. De acordo com Edison Maltoni, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí (Sincomercio), as liquidações de começo de ano contribuem para o aquecimento do mercado e, consequentemente, para o crescimento das empresas. “O que estamos vivendo é uma Black Friday de começo de ano”, comenta o presidente.

O grande fluxo de consumidores nas ruas do Centro reforça os dados estatísticos e evidenciam o fato de que os compradores estão em busca de bons preços. Este é o caso de Maria Dulce Alves de Oliveira, de 69 anos.

“Estou à procura de um celular para o meu marido que trabalha na estrada e precisa se comunicar. Pesquisar faz toda a diferença”, afirma a manicure que já havia passado em outros dois estabelecimentos para comparar preços.

Até o gerente comercial Amauri Dambra, de 58 anos, foi conferir as liquidações. [TEXTO]Ele aproveitou para comprar dois travesseiros e uma máquina de cortar cabelo. [/TEXTO]“Minha mulher está de olho nas promoções e eu ajudo levando as compras”, conta o gerente, acompanhado de sua esposa Telma.

De acordo com o líder de estoque Evaldo Arruda Cavalcante, de 29 anos, as vendas pelo e-commerce atraem os clientes para a loja física. “Houve um aumento de 10% nas vendas em relação ao ano anterior, e os descontos variam de 5 a 70%”, conta.

Maltoni ressalta ainda que o Carnaval também pode ser uma oportunidade para os comerciantes. “Além dos eletrodomésticos, os setores em destaque neste começo de ano são os materiais escolares, o comércio alimentício e o Carnaval, que indiretamente também contribui para as vendas como um todo”, reitera Maltoni, também presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL)

OPORTUNIDADES
O momento próspero do comércio também contribui para o aumento de oportunidades no mercado de trabalho. “Além das vendas promoverem a troca do mostruário é uma oportunidade para efetivar funcionários temporários que se destacaram no período. Assim começamos o ano com mais pessoas trabalhando”, afirma.

O comércio varejista do Centro e dos bairros de Jundiaí poderão funcionar até as 18h no próximo dia 11 de janeiro, o primeiro sábado do mês após o quinto dia útil.

“É a oportunidade para impulsionar as vendas neste início de ano, especialmente com a oferta de produtos para o verão. Também é o momento para pensar em produtos e estratégias. O horário estendido favorece os consumidores que terão mais tempo de ir às compras”, salienta Edison Maltoni.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/black-friday-de-comeco-de-ano-atrai-o-publico-consumidor/
Desenvolvido por CIJUN