Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Blocos de rua lamentam desistências

SIMONE DE OLIVEIRA | 07/02/2019 | 19:45

Até dia 11 de fevereiro, os blocos carnavalescos de Jundiaí poderão se cadastrar na Prefeitura de Jundiaí para desfilar pelas ruas da cidade. Até agora foram registrados 12 pedidos de cadastramento, segundo informa a Unidade de Gestão de Cultura (UGC). Mas mesmo antes do término do prazo, alguns já informaram oficialmente que não participarão da folia e receberam apoio de alguns tradicionais, como o Sandi e Leões da Hortolândia.

O “Carne com Queijo”, “Bloco do Loki” e “Órfãos do Fígado” já sinalizaram que não participarão do evento, em especial por terem que ser responsáveis pela segurança, além de atendimento hospitalar. A presidente do bloco Refogado do Sandi, Gisela Vieira, confirma o desfile para o dia 1º de março, mas hoje (8) os diretores se reúnem com o gestor de Cultura, Marcelo Peroni para acertar os detalhes do desfile, porém lamentou a desistência de alguns blocos.

Ela antecipa que tecnicamente no Sandi não haverá mudanças, salvo as exigências de contratação de ambulância ou tenda para o atendimento de primeiros socorros. Para isto buscarão parcerias. “Tem a exigência de contratação de seguranças e o pessoal de apoio que na verdade já contratamos desde que temos o caminhão de som para o evento. Infelizmente, essas exigências acabaram por impedir o desfile de alguns blocos de rua, mas devemos ressaltar que trata-se de um evento popular espontâneo e o dirigente não tem como controlar todos os seus participantes”, comenta.

Ela acredita que os dirigentes sempre esperam o bom senso das autoridades constituídas do poder público. “Todos esperam que as autoridades ofereçam apoio aos blocos e possibilitem a brincadeira do Carnaval”, ressalta. Este ano, segundo normas ditadas pela município, os desfiles poderão ocorrer entre 22 e 24 de fevereiro; 1 a 5 de março; e dias 9 e 10 de março, mas os trajetos sugeridos deverão ser aprovados por uma comissão com órgãos representantes da Prefeitura de Jundiaí e Guarda Municipal.

O presidente do bloco Leões da Hortolândia, Everson Cirino, o Metal, diz que este ano o grupo não sairá pelas ruas do bairro e sim fará uma festa dentro do Clube Caxambu. “A diretoria da Leões da Hortolândia decidiu dar prioridade ao desfile e iremos realizar a festa do bloco no clube Caxambu. Se fôssemos desfilar com o bloco seria no mesmo local onde as escolas de samba desfilarão, porém existe a possibilidade de fazer uma parceria com o bloco do Povo no mesmo local do desfile das escolas. Estamos analisando ainda”.

Segundo ele, as exigências feitas pela administração iriam elevar o custo de todo um orçamento, mas se as mesmas fossem feitas antes poderia haver uma programação melhor. “Toda mudança para melhor é valida desde que não seja aos 45 minutos do segundo tempo, porque acaba prejudicando os organizadores. As propostas poderiam ser discutidas no meio do ano, de uma forma que todos possam se adequar”, avalia Metal.

A UGC informa que os blocos cadastrados enviaram sugestões de percursos e os mesmos estão sendo analisados. Na semana após o término de inscrições, dia 11, os mesmos se tornarão público. Assim como as datas corretas e acertadas dos desfiles.

PMJ

PMJ


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/blocos-de-rua-lamentam-desistencias/
Desenvolvido por CIJUN