Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Blocos fazem eventos para custear despesas

THIAGO AVALLONE | 22/01/2020 | 05:01

Os organizadores dos blocos de Jundiaí realizam eventos ao longo do ano todo para arrecadar fundos e assim custear a festa de rua para os foliões. Ainda não há datas e locais definidos para a passagem dos trios mas, segundo adianta a Unidade de Cultura (UGC), 18 representantes de blocos de rua demonstraram interesse em desfilar.

Enquanto o roteiro não é divulgado, cabe aos diretores programar suas festas. Um dos mais tradicionais de Jundiaí, o Refogado do Sandi tem organizado os encontros desde o início do ano. A diretora Gisela Vieira diz que os eventos são pensados há meses. “O que eu faço a partir do meio do ano é organizar eventos para arrecadar fundos para colocar o bloco na rua. Rodízio de pizza, jantar com música ao vivo são alguns deles. Até o Carnaval faremos três eventos, o primeiro no dia 31 de janeiro, depois 7 de fevereiro e 14 de fevereiro. Todos acontecem no restaurante La Muchachas com samba e MPB com música aos vivo”, diz Gisela.

O diretor artístico e cultural do Kekerê Bloco Afro, Vanderlei Victorino, enfatiza necessidade da produção dos eventos no decorrer dos meses do ano para possibilitar a festa gratuita a todos durante as festividades. “Fazemos eventos justamente para conseguirmos arrecadar dinheiro para colocar o bloco na rua porque é a única forma de bancar a festa. Teremos um ensaio aberto no dia 9 de fevereiro no espaço Koh Samui, na 9 de Julho.”

Assim como Victorino e Gisela, o presidente do bloco Galo Doido, Rodrigo Alves, se mantém em constante produção de eventos durante o ano para levar às ruas a festa dos amigos e torcedores do Galo do Japi. “Na verdade, estamos em atividade o ano inteiro, pois, fazemos os ensaios no jogo do Paulista. Temos a nossa sede em frente ao estádio e fazemos alguns eventos para custear os gastos por lá. Fazemos rifas, abadás e entre outras ideias que nos ajudam a produzir a festa no Carnaval”, explicou o presidente.

Com o passar dos anos, o público das festas de rua aumenta e, para manter a segurança durante a passagem dos foliões, algumas exigências foram feitas, inclusive no que se refere a contratação de seguranças.

Exigências que foram aprovadas pelos diretores.
“Trabalhamos em parceria com a prefeitura para podermos realizar o evento que faz parte da nossa cultura. É claro que ao longo dos anos, com o aumento do público, é necessário realmente tomar cuidado e prezar pelo bem-estar dos foliões e da cidade. Quando aceitamos colocar o bloco na rua estamos convidando todos a irem curtir a festa”, diz Victorino.

A diretora Gisela Viera ressalta a importância da parceria entre os organizadores e a prefeitura. “Prestamos serviços para a comunidade trazendo lazer para a cidade. A prefeitura trabalha em parceria com os blocos para que façamos um evento com cada vez mais qualidade e segurança.

A UGC deve publicar nos próximos dias a lista com os habilitados, bem como os trajetos, localizações e horários de desfiles, levando em conta legislação, segurança, impacto no trânsito, transporte e concordância dos organizadores e a comissão avaliadora.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/blocos-fazem-eventos-para-custear-despesas/
Desenvolvido por CIJUN