Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Câmara investe em tecnologia e abre licitação para reforma

SOLANGI POLI | 08/05/2019 | 08:55

A Câmara Municipal de Jundiaí abriu licitação para substituir equipamentos de informática, com investimentos de R$ 381 mil destinados a um total de 50 desktops e 22 notebooks, além de acessórios. Os novos equipamentos vão priorizar os departamentos jurídico e financeiro, além das diretorias administrativa e legislativa. Recentemente foi anunciada também a reforma do anexo, cujo valor destinado será de R$ 631.970,74. As obras devem ser realizadas num prazo de seis meses, após o encerramento da fase de licitação com tomada de preços, o que deve levar em torno de dois meses, se não houver impugnação.

“Os equipamentos atuais estão obsoletos, com pelo menos dez anos de uso, sem possibilidade de atualização do Windows, nem peças para atualização, o que torna nosso sistema vulnerável. Por isso fizemos o pregão, cuja disputa foi vantajosa, pois de R$ 500 mil conseguimos reduzir e chegar ao valor final. Nossa equipe fez um estudo das prioridades. Trabalhamos com muita informação e sem equipamentos com tecnologia atualizada as atividades ficam engessadas”, explica o presidente da casa, Faouaz Taha. Com pregão no final de abril, a expectativa é que os novos equipamentos sejam instalados num prazo de até 30 dias.

O orçamento da Câmara para 2019, lembra o presidente, é de R$ 37.300.000,00. O repasse do duodécimo é previsto entre 11% e 12% desse total. “Naturalmente vamos devolver menos. No ano passado foram 25%, mas a tendência é que no próximo ano também possamos pedir menos, já que agora está prevista a reforma no patrimônio público, levando em conta que não houve manutenção nos últimos anos”, revela o presidente.

A reforma do anexo inclui pintura, vedação das esquadrias, tratamento de fissuras, impermeabilização de paredes e janelas, vedação das esquadrias, ar-condicionado, tratamento do piso externo na entrada do térreo e rampa da garagem, entre outros itens. A previsão, segundo Luciana Rivelli, diretora-administrativa da Câmara, é de que as obras comecem daqui a dois meses, após o término da fase de licitação. “A partir do momento que é publicado, as empresas têm ciência e podem apontar suas dúvidas em relação ao edital. Fazemos a análise jurídica e técnica, com apoio de uma equipe de engenharia”, esclarece a diretora.

Haverá uma programação, durante a reforma, complementa Faouaz, para não mobilizar mudanças de gabinete, com possibilidade de poucos deslocamentos de um andar para outro. “Os trabalhos vão continuar normalmente, sem que a reforma cause qualquer tipo de interrupção nas atividades, conforme o cronograma estabelecido. As ações devem ser feitas visando a qualidade do trabalho, preservando assim o patrimônio público, para otimizar os trabalhos e dar melhores condições ao espaço público.”

camara jundiai


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/camara-investe-em-tecnologia-e-abre-licitacao-para-reforma/
Desenvolvido por CIJUN