Jundiaí

Carnaval gera oportunidade de renda extra para a população

COSTUREIRA CARNAVAL PATRICIA CARNIETTO ZANQUETA COSTUREIRA
Crédito: Reprodução/Internet
Enquanto para alguns o Carnaval é sinônimo de festa e curtição, para outros é oportunidade de renda extra. Em 2019, a festa gerou mais de 400 vagas temporárias e trabalhos informais na cidade de Jundiaí e este ano, mesmo sem dados estatísticos, a empregabilidade será um dos destaques. A madrinha da Escola de Samba Mocidade Agapeama, Ana Elisa Rodrigues, de 36 anos, cresceu em meio a vida de foliã e neste ano resolveu usar sua paixão como uma forma de empreender. Ela optou por confeccionar fantasias, não para quem desfilará nas avenidas, mas para a população em geral. "Eu trabalho em salão de beleza durante o dia e a noite pego firme nas encomendas. Quando tenho um dia vago, vou para a máquina de costura para confeccionar as peças”, explica, contando que o trabalho proporciona a ela uma média de R$ 2 mil durante o Carnaval. Para o serralheiro Bruno Pinheiros, de 29 anos, os primeiros meses do ano também são dedicados aos preparativos carnavalescos. Isso porque há oito anos ele é responsável por soldar a estrutura dos carros alegóricos. Para ele, o trabalho gera uma renda extra 20% superior em comparação ao restante do ano. "Meu pai já soldava os carros da Unidos da Leões da Hortolândia e da União do Povo e, quando ele parou, eu assumi", conta o serralheiro que leva o ofício da família a diante. De acordo com o presidente da Mocidade, Wesley Cássio Paixão, os preparativos são iniciados no segundo semestre do ano que antecede a comemoração. "Entre fornecedores de peças, materiais e serviços como coreógrafos, ritmistas, execução de fantasias e alegorias, muitos profissionais são movimentados. A busca por mão de obra é feita através de profissionais que participam ativamente do dia a dia das agremiações”, conta. A costureira Patrícia Carnietto Zanqueta, de 43 anos, faz parte disso. "Para este ano recebi a demanda de 400 fantasias para serem entregues dentro de um prazo de 15 dias. Com o dinheiro desse trabalho, pretendo comprar os materiais escolares do meu filho e pagar algumas contas do mês", afirma, confirmando a satisfação que é poder ver as fantasias que ela mesma costurou na avenida durante os desfiles. AMBULANTES A Unidade de Gestão de Governo e Finanças informa que estão ocorrendo reuniões sobre as ações referentes ao credenciamento de ambulantes para o Carnaval 2020. As definições serão divulgadas no final de janeiro.  

Notícias relevantes: