Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Cartilha para evitar golpes é um dos projetos do Conseg Jundiahy

Simone de Oliveira | 18/07/2019 | 05:00

Representantes de bairros que fazem parte da área do Conselho Comunitário de Segurança – Conseg Barão de Jundiahy se reuniram ontem para discutir algumas demandas persistentes nas comunidades e, entre os assuntos abordados, estava a criação de uma cartilha ou de um guia de orientação para evitar que as pessoas, em especial os idosos, caiam em golpes. O programa Vizinhança Solidária, em parceria com a Polícia Militar, também foi abordado.

Segundo o presidente do Conseg, José Henrique de Oliveira Coelho, a cartilha seria uma maneira de evitar que as pessoas caiam nas ‘armadilhas’ dos bandidos, como golpes por telefone, bilhetes premiados ou até os falsos sequestros de familiares. A ação deverá ser estendida para todo o município.

“Esta conversa vem sendo firmada há algum tempo porque é uma grande demanda dentro da área onde o Conseg atua. Alguns delegados pontuaram sobre este assunto e por isso achamos relevante colocar o tema em pauta, porém será útil para toda a cidade”, diz o presidente.

A ideia já foi abraçada por muitas pessoas e deve entrar em discussão na Câmara Municipal em agosto, na volta do recesso. O vereador Douglas do Nascimento (PP) disse que irá apresentar a proposta aos colegas para poderem ajudar na elaboração do documento.

“A proposta é divulgar a cartilha em grupos e centros onde há um trabalho com os idosos e não apenas falar sobre a cartilha, mas também dar palestras e orientá-los sobre estes perigos, porque infelizmente eles são os mais suscetíveis a cair nestes golpes”, diz o vereador.

VIZINHANÇA SOLIDÁRIA
Outro assunto abordado a reunião foi a adesão ao Programa Vizinhança Solidária, implantado nos bairros pela PM. Atualmente são 11 bairros que aderiram ao programa somente na área de cobertura da 1ª Cia.

A moradora do Jardim Ana Maria, Amanda Alves, conta que há três meses o programa foi implantado no bairro e os moradores ainda estão se acostumando com a ideia, porém diz que houve uma mudança de comportamento. “Percebemos que a bagunça pelas ruas do bairro diminui muito. Acredito que é pela presença das rondas, mas ainda temos que se unir mais.”

O programa funciona através de um conjunto de ações que busca, por meio da prevenção primária, melhorar a segurança pública local, incentivando a vizinhança a adotar medidas capazes de prevenir delitos e colaborar com o policiamento.
Os bairros que desejam participar da campanha devem procurar um representante do Conseg de sua região.
Na ocasião também estiveram presentes na reunião, realizada na sede da Associação Comercial e Empresaria (ACE), representantes da Polícia Militar e delegados dos 6º e 7º DP.

 


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/cartilha-para-evitar-golpes-e-um-dos-projetos-do-conseg-jundiahy/
Desenvolvido por CIJUN