Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Casal Uber: eles estão em sintonia tanto em casa como no trabalho

VINÍCIUS SCARTON | 14/08/2018 | 05:35

“Uma sintonia que vai muito além do convívio de casa.” Assim Samir Franco, de 52 anos, define a relação com sua mulher, Elaine Gennari, de 49, com quem está casado há três meses. Os dois trabalham atualmente na mesma profissão: são motoristas do aplicativo Uber. Segundo ele, trabalhar na mesma atividade tem gerado benefícios para o casal. “Entre uma corrida e outra estamos sempre em contato um com o outro, inclusive auxiliando a troca de informações sobre trajetos”, conta.

A coincidência entre eles também pode ser observada nas ruas de Jundiaí. “Nós temos carros idênticos, desde o ano de fabricação (2014) até a cor (cinza), marca e modelo”, comenta com bom humor Elaine. Apaixonados por Jundiaí, eles viviam anteriormente na cidade de São Paulo e num passado recente trabalhavam em outras áreas. Samir era executivo em uma multinacional e perdeu emprego depois de um corte no quadro de funcionários, que atingiu na época 80 trabalhadores da empresa.

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Elaine, que era corretora de imóveis, saiu do antigo emprego em virtude da crise imobiliária. “A adaptação como motorista da Uber foi muito fácil. Afinal, em nossas atribuições do passado havia uma semelhança na função. A gente usava o carro para se locomover e levar passageiros”, comentam. Para Samir, exercer uma nova atividade profissional tem sido uma grande experiência na vida do casal. “No entanto, para trabalhar como motorista é necessário ter cautela. O fato de conversarmos em cada intervalo das viagens também é uma medida de segurança. Precisamos ter certeza que o outro está bem”, afirma.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

O casal circula diariamente por Jundiaí e Região, e também em Campinas e São Paulo. “Hoje, não temos receio de trabalhar por aqui. Acreditamos que, em breve, o aplicativo será regulamentado em Jundiaí, pois a população é a principal beneficiária”, afirmam. Para aqueles que desejam iniciar nesta atividade, Samir e Elaine destacam que o retorno é positivo. “Desde que, o profissional seja dedicado, disciplinado e tenha uma meta diária financeira. Além disso, o veículo precisa estar em ordem, limpo e o condutor apresentável”, destacam.


Leia mais sobre | |
RUI CARLOS
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/casal-uber-eles-estao-em-sintonia-tanto-em-casa-como-no-trabalho/
Desenvolvido por CIJUN