Jundiaí

Cavalo encontrado ferido no Caxambu é atendido

Um cavalo ferido foi encontrado por populares por volta das 8h30 de hoje (14) caído na avenida Zilda Rocha Pereira Barreto, uma travessa da avenida Giustiniano Borin, no Caxambu. A suspeita é de que ele tenha sido abandonado amarrado, e se ferido com as cordas ao tentar deixar o local. Guardas Municipais aguardam a chegada de um veterinário solicitado ao Departamento de Bem-estar Animal há pelo menos três horas. Os moradores acionaram a GM, que atendeu ao chamado e telefonaram no serviço municipal de recolha de cargas vidas. O responsável foi até o local e constatou que o animal não tem condições de ser removido para ser colocado no caminhão, devido aos ferimentos, e acionou Debea. Este, por sua vez, segundo apurou a reportagem, avisou que não tinha um veterinário que pudesse atender, mas informou que acionaria um profissional voluntário para poder ajudar com a situação. Quase quatro horas depois, o animal recebeu atendimento de uma veterinária acionada pelo Debea, que o medicou. O cavalo, que tem cerca de 2 anos, foi levado pelo serviço de recolha de cargas vivas e está em observação. Em nota, o Departamento de Bem-Estar Animal (Debea), órgão da Unidade de Planejamento e Meio Ambiente (UGPUMA), esclarece que prestou o atendimento ao cavalo ferido imediatamente após ter sido acionado por telefone, o que ocorreu por volta das 11h30 desta terça-feira (14). Importante salientar que o serviço possui estrutura e profissionais para o atendimento ambulatorial gratuito para animais de pequeno e médio porte. Contudo, diante de casos como o ocorrido, a conduta do Debea privilegia o resguardo à vida do animal e os profissionais não deixam de prestar atendimento de animais desse porte. Após o atendimento, o cavalo foi retirado do local e levado para abrigo.  

Notícias relevantes: