Jundiaí

Centros comunitários, cursos e feiras livres mudam suas rotinas


A partir desta quarta-feira (18), será interrompida a distribuição da sopa do Programa de Suplementação Alimentar (PSA) em 12 pontos distribuídos em comunidades carentes de Jundiaí. A suspensão do trabalho, tendo 400 pessoas beneficiadas, sendo 830 refeições/dia, foi uma das definições tomadas pela Fundação Municipal de Ação Social (Fumas). O PSA é oferecido como um reforço na alimentação de crianças (de 6 meses a 11 anos e 11 meses de idade), gestantes, mães lactantes, idosos e pessoas em estado de convalescença de uma doença. “Sabemos da importância do programa junto às famílias, mas temos de considerar que atendemos exatamente os grupos mais vulneráveis a contrair o vírus e precisamos contribuir para que elas também permaneçam mais tempo isoladas em suas casas”, alertou Solange Marques, superintendente da unidade. Atualmente, o PSA é distribuído em 13 pontos, sendo oito centros comunitários e 5 pontos de parceiros, atendendo comunidades do Parque Centenário e Jardins Novo Horizonte, Santa Gertrudes, Fepasa, Sorocabana e São Camilo. Já o Fundo Social de Solidariedade (Funss) suspendeu totalmente e por tempo indeterminado as aulas de cursos, workshops e oficinas realizadas em sua sede, no Anhangabaú, e nos bairros mais afastados da região central, por meio do projeto de descentralização. “Estas ações preventivas são necessárias para proteger a saúde de todos contra a infecção”, diz a presidente Vanessa Machado FEIRAS Apesar de feiras livres e varejões continuarem a funcionar normalmente, a Diretoria de Abastecimento da Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT) não contabilizará falta dos permissionários entre os dias 16 e 23 de março, quando será divulgada uma nova Nota de Informação, de acordo com novas orientações da área de Saúde. A medida é uma forma de conter a disseminação do coronavírus, principalmente entre os feirantes maiores de 60 anos, faixa etária considerada de maior risco. O gestor da UGAAT, Eduardo Alvarez, lembra que todas as recomendações são no sentido de evitar aglomeração de pessoas, especialmente em ambientes fechados.

Notícias relevantes: