Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Clima natalino dá nova vida ao Centro

Thiago Avallone | 12/11/2019 | 08:33

Com a aproximação do fim do ano, o Centro de Jundiaí já começa a respirar o clima natalino. Como já é de costume, a prefeitura, em conjunto com as associações, prepara atrações e atividades que, além de movimentar o mercado, trazem nostalgia às pessoas.

De acordo com o Gestor de Cultura, Marcelo Peroni, a programação de fim de ano começa no dia 2 de dezembro com a chegada do Papai Noel à igreja matriz, às 19 horas, seguido pelo ‘Coral na Janela’, no Solar do Barão, às 19h30.

Também no Solar do Barão será exposto o presépio entre 10 de dezembro e 6 de janeiro. No dia 19 de dezembro, a Câmara dos Dirigentes Lojistas faz a ‘Parada de Natal’, levando ao Centro o trenó do Papai Noel, que sairá da rua Barão de Jundiaí, próximo ao Fórum, passará pela rua do Rosário e chegará em frente à catedral.

Ainda haverá a exibição da orquestra municipal e o coral fazendo o conserto de Natal no teatro Polytheama, no dia 13 de dezembro, e ainda no aniversário de Jundiaí, dia 14.

Quem mais se anima com o movimento, são os comerciantes. Adriana Germano, de 52 anos, trabalha em sua bomboniere em frente à catedral há mais de 20 anos, dando sequência ao negócio que veio da família de seu marido há 70 anos. “Ter as atrações de fim de ano no Centro é muito bom, pois traz um público maior, principalmente crianças que querem andar no trenzinho, ver o Papai Noel e as atrações musicais”, explica.

A mãe Fernanda Mariano e sua filha Maria Clara, que já estavam fazendo compras, comentam que essa época faz relembrar momentos que passaram com familiares. “Nessa época, já começo a ter boas lembranças. Eu sempre vinha para cá com a minha mãe, íamos em frente à igreja para ver o presépio. Consequentemente, acabei fazendo essas mesmas coisas com a minha filha”, diz Fernanda.

O ator Sebastião Filho, também conhecido como palhaço ‘Tchan Tchan Tchan’, explica que sai de sua cidade, Vinhedo, para trabalhar nas ruas de Jundiaí. “Quando eu era jovem, vinha para cá para passear. Hoje, venho devido ao meu trabalho”, explica.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/clima-natalino-da-nova-vida-ao-centro/
Desenvolvido por CIJUN